Seth Kugel/NYT
Seth Kugel/NYT

Degustando Napa Valley a baixo custo

Assim como um robusto vinho zinfandel degustado com delicadas ostras, Napa Valley e viagens econômicas não são exatamente uma combinação óbvia. Ou, pelo menos, assim eu pensava. Apesar da reputação de Napa de destino caro para os amantes do vinho, durante dois dias no pico da colheita da safra consegui visitar sete vinícolas, provar cerca de 30 vinhos e aprender mais sobre a bebida do que jamais imaginara. Tudo isso sem morrer de fome e sem ter de vender minha casa.

Seth Kugel, O Estado de S.Paulo - Napa Valley - The New York Times

29 Outubro 2013 | 02h20

A chave para o sucesso de uma visita de baixo orçamento a Napa está em escolher as adegas com cuidado. Elimine várias apenas pelo preço: muitas degustações chegam a US$ 50 ou mais por pessoa. Tente manter-se naquelas entre US$ 10 e US$ 15, das quais algumas oferecem ofertas "pague um, leve dois".

Baixe o aplicativo localizador de vinícolas em napatouristguide.com/napa-on-a-budget. Ou pegue cupons de desconto no Napa Valley Welcome Center (visitnapavalley.com/welcome_centers.htm). Só não seja demasiado mesquinho. A degustação na Tres Sabores (tressabores.com) foi a mais cara que eu fiz: US$ 25 por pessoa. Uma pechincha, dado o nível do que provei.

Meu próximo conselho: seja flexível, especialmente ao receber uma dica de alguém. Na primeira noite jantei no bar Il Posto Trattoria (ilpostonapa.com), um elegante prato de espaguete com almôndegas de porco e molho de tomate (US$ 12). O barman, Miguel, sugeriu que que eu subisse as colinas para conhecer as pequenas vinícolas de Pride Mountain. Foi ótimo. Nada disso quer dizer que você deva pular as vinícolas maiores - basta escolher bem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.