Descubra o charme da cordial e tranquila Portland

Feira com comidas do mundo todo e um quarteirão inteiro de livros são algumas atrações

Nívea Terumi, PORTLAND, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2009 | 03h16

Na manhã de um sábado ensolarado, ao som de um quarteto de música folk e com o belo cenário do Rio Willamette ao fundo, uma multidão se aglomera ao longo do Waterfront Park. Atraídos pelas barracas de comida típica (que são de lugares tão diferentes quanto Polônia e Filipinas) e de artesanato local, turistas se misturam aos velhinhos que passeiam em suas cadeiras de rodas elétricas. A cena traduz o espírito de Portland, cidade que comprova que diversidade e uma certa atmosfera interiorana resultam em uma saborosa mistura.

No norte do Oregon, nos Estados Unidos, Portland mostra que o noroeste americano vai muito além de Seattle e seu malfadado clima chuvoso. Querida dos hippies e da comunidade GLS e ambientalmente correta, a cidade encanta por suas atrações simples - mas muito charmosas - e pela cortesia dos moradores.

GRÁTIS

O ritmo tranquilo da vida em Portland contrasta com a sua importância: com mais de meio milhão de habitantes, é a maior cidade do Oregon (a capital, Salem, tem pouco mais de 150 mil). E já que clima não é problema, a melhor opção para descobri-la é usando sapatos confortáveis. A cidade é perfeita para se conhecer a pé ou com ajuda do eficiente sistema de transporte público.

Estrategicamente, comece a desvendar o centro a partir da Pioneer Square, ponto de encontro de jovens e visitantes e endereço de atrações culturais e do centro de informações turísticas. Antes de seguir, faça uma parada na loja da rede Starbucks, logo ao lado.

Mapa na mão, é hora de pegar uma das muitas linhas de ônibus que passam pelo centro - aproveite que, no perímetro central, a tarifa é gratuita. As outras opções são os modernos metrôs de superfície (chamados MAX), que cortam a cidade em todas as direções e levam aos bairros mais afastados, e o charmoso Streetcar, uma espécie de bondinho que circula somente no centro.

Com o Streetcar chega-se à maior unidade da Powell"s Books, uma rede local de sebos. A loja fica perto da região Northwest e do badalado Pearl District, endereço de marcas famosas e de restaurantes moderninhos. A livraria dominou um quarteirão inteiro com mais de 1 milhão de livros e se autointitula a maior vendedora de novos e usados do mundo. Verdade ou não, o acervo e os cafés artesanais servidos na confortável cafeteria são motivo mais do que suficiente para gastar longas horas por ali.

CAMINHAR É PRECISO

O International Rose Test Garden, um imenso jardim de rosas de todas as cores e tipos, honra o apelido de Cidade das Rosas. Destino preferido dos turistas, o lugar conta também com o Japanese Garden, considerado uma das reproduções mais fiéis dos jardins japoneses fora de seu país de origem.

Caminhadas são um convite irresistível no Waterfront Park. Eventos públicos, como os festivais de blues e do orgulho gay, ocorrem ali. Acomode-se em um banco para observar divertidas corridas de cachorros e seus respectivos donos - a mais famosa é a do Dia das Mães, realizada todos os anos. E não desperdice a oportunidade de provar um dos muitos sabores de sorvete da tradicional Tillamook, famosa também por seus queijos e iogurtes.

Mas o melhor lugar do parque para matar a fome é o Portland Saturday Market, local das barracas e músicos de rua descritos no início do texto. O prato de würst (salsicha) branca com batatas e pierogi (um tipo de pastel) da barraca polonesa é simplesmente inesquecível. A feira funciona todos os fins de semana entre os meses de março e dezembro - aos domingos também, apesar do nome. Localizado na Old Town, o centro antigo de Portland, reúne artistas e descolados.

Depois de se fartar entre tantas opções gastronômicas, só resta fazer como os moradores: procurar abrigo na sombra de uma árvore e aproveitar o momento, sem qualquer indício de pressa.

PARA ANOTAR

Powell"s Books:

1005 W Burnside;

www.powells.com

International Rose Test Garden:

850 SW Rose Garden Way

(dentro do Washington Park); www.rosegardenstore.org/thegardens.cfm. Entrada gratuita

Japanese Garden:

611 SW Kingston;

www.japanesegarden.com.

A entrada custa US$ 8 (R$ 14)

Portland Saturday Market:

Aos sábados e domingos, na 108 W Burnside;www.saturdaymarket.org.N

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.