Martin Bernetti/AFP
Martin Bernetti/AFP

Deserto mais seco do mundo ganha flores

Chuvas de maio fizeram cerca de 200 tipos de plantas florescerem no Deserto do Atacama, no norte do Chile

O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2017 | 18h21

O deserto mais seco do mundo está coberto por um manto de flores. O Atacama, no norte do Chile, está encantando moradores e turistas porque nos últimos dias suas paisagens áridas ganharam tons verdes rosas, azuis, amarelos e brancos.

Milhares de pessoas viajaram à região para acompanhar o fenômeno, chamado de deserto florido, que terá seu melhor momento no fim de agosto e no início de setembro. São esperados cerca de 25 mil visitantes na região, de acordo com o Serviço Nacional de Turismo do Chile (Senatur).  

Deserto do Atacama: tudo o que você precisa saber

Em anos de fortes chuvas, o fenômeno ocorre e faz as sementes das cerca de 200 plantas germinarem e criarem as paisagens nos dois meses seguintes às precipitações. O Atacama floresceu pela última vez em 2015. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.