Duas semanas em Bali, Bangcoc e Cingapura

31º Festival de Gelo e Neve atrai milhares de moradores e turistas

Ricardo Freire, O Estado de S.Paulo

16 Dezembro 2014 | 02h06

Vou passar 7 dias em Bali, 4 em Bangcoc e 4 em Cingapura. Que passeios sugere? (Daniel, São Paulo)

Costumo recomendar Cingapura como a melhor primeira escala de um tour pela Ásia. A cidade atingiu um alto nível de desenvolvimento sem perder seu exotismo: é um lugar onde você pode passear e comer com segurança, evitando perrengues comuns ao início de viagens. Além disso, a diversidade cultural é incrível: num só lugar você estará exposto às tradições e às culinárias chinesa, malaia e indiana do sul - sem falar na cultura mestiça nonya, fruto da miscigenação entre chineses e malaios.

Divida seus quatro dias na cidade entre os três enclaves principais (Chinatown, Little India e Kampong Glam, o "bairro árabe" (que, na verdade, é malaio) e a área do complexo Marina Bay Sands, onde Cingapura é tão moderna quanto Dubai. Não deixe de visitar o venerável Raffles Hotel, o "Copacabana Palace" de Cingapura; marque um almoço no Tiffin Room, que serve um delicioso bufê indiano, e tome um Singapore sling onde foi inventado, no Long Bar do hotel. Uma excelente fonte para passeios e restaurantes em Cingapura é o site guiadecingapura.com, uma parceria entre o brasileiro Rodrigo Purisch e o espanhol Tony Gálvez.

Denpasar, a cidade mais importante de Bali, é ligada por voos diretos tanto a Cingapura quanto a Bangcoc, e por isso faz uma ótima segunda escala. A alma de Bali mora na cidade montanhesa de Ubud. Você pode passar seus sete dias por lá, esbarrando ao acaso em cerimônias hindus e seguindo o circuito das apresentações de dança. De lá você faz passeios ao templo Tanah Lot e ao Monte Agung; pode também encarar o rafting no Rio Ayung e relaxar nos spas da cidade. Querendo dividir a estada com alguma praia, escolha entre o agito (e as ondas) de Legian/Semnyak ou a paz (e o snorkeling) de Amed. Faça a sintonia fina de passeios e gastronomia consultando o incomparável Travelfish.com (em inglês).

Ao chegar todo zen de Bali, Bangcoc lhe parecerá ainda mais caótica do que é. Mas tome isso como parte importante da experiência. Visite os templos (primeiro o douradíssimo Palácio Real, depois do Wat Arun, em estilo khmer), use tanto o transporte fluvial no Chao Phraya como o monotrilho do skytrain, tire um dia para fazer um tour à cidade abandonada de Ayutthaya. E não deixe de curtir os rooftop bars, bares em terraços de arranha-céus, que são uma especialidade da capital tailandesa. Veja uma lista atualizada deles nesta página: oesta.do/bangcocbar.

 

Mais conteúdo sobre:
Ricardo Freire Cingapura Bali Ásia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.