Viagem

Empresa britânica anuncia excursão aos restos submersos do Titanic

Saídas começam em 2018 com grupos de no máximo 9 turistas

17/03/2017 | 17h35    

O Estado de S.Paulo

Vista geral do Titanic original, em foto feita em data desconhecida. 

Vista geral do Titanic original, em foto feita em data desconhecida.  Foto: Arquivo/Reuters

A agência britânica de viagens de luxo Blue Marbel anunciou que começou a vender excursões turísticas aos restos submersos do Titanic. Os roteiros terão duração de 8 dias e estão sendo planejados em parceria com a empresa de soluções para mergulho e explorações submarinas Ocean Gate.

Há saídas programadas para 2018 e 2019. Os roteiros terão duração de 8 dias e partirão de Newfoundland, no Canadá. Os turistas serão levados de helicóptero até um iate a cerca de 600 quilômetros da costa, onde participarão de workshops sobre o naufrágio mais famoso da história.

A descida até a profundidade de aproximadamente 4 mil metros, onde repousam os destroços do Titanic, será feita em um dispositivo submersível de titânio e fibra de carbono, que deslizará pelo deque e seguirá até o mair perto possível da famosa escadaria do hall principal do navio.

A grande escada do hall central do Titanic em imagem original. 

A grande escada do hall central do Titanic em imagem original.  Foto: Reprodução/NYT

"Menos pessoas visitaram o naufrágio do Titanic do que o número de pessoas que foram ao espaço ou escalaram o Monte Everest", diz o site da Blue Marbel. "Esta é a experiência de uma vida e uma expedição desenhada apenas para aqueles com verdadeiro esírito aventureiro", continua a apresentação.

Segundo a imprensa britânica, o pacote custará 86 mil libras ­por pessoa - em torno de R$ 328 mil.

O Museu Titanic em Belfast, na Irlanda do Norte. 

O Museu Titanic em Belfast, na Irlanda do Norte.  Foto: Hazel Thompson/NYT

Museu. O famoso naufrágio do Titanic, ocorrido há quase 105 anos, em 1912, há tempos inspira atrações pelo mundo. Em Belfast, cidade onde fica o estaleiro que construiu o RMS Titanic, há um museu que reconta toda a viagem, com detalhes como reproduções em tamanho real das cabines de primeira, segunda e terceira classes. Em dezembro, o parque temático Romandisea, na província chinesa de Sichuan, começou a construção de uma réplica em tamanho real do navio - algo que já estava anunciado desde 2014.

Veja mais imagens do Titanic na galeria de fotos.

8 imagens

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.