Esculturas de pedra

A especialidade do parque são os arcos de pedra. São mais de 2 mil. O mais famoso é o Delicate Arch, curiosa formação de 20 metros de altura que é símbolo de Utah - sua silhueta está estampada em selos e nas placas dos carros de todo o Estado.

O Estado de S.Paulo

04 Dezembro 2012 | 02h41

A caminhada até o arco é uma subida de 2,4 quilômetros que passa por desfiladeiros e dura cerca de 45 minutos. Ele só aparece na última curva da trilha. Os arcos de pedra são formados pela rara combinação da movimentação de uma camada de sal, sedimentação e erosão do arenito, processo que começou há 300 milhões de anos e ainda não terminou. A fragilidade da paisagem é tão grande que pelo menos 43 arcos de pedra desabaram nos últimos 40 anos.

Outros pontos procurados são a Balanced Rock, gigantesca rocha que desafia a gravidade a quase 40 metros de altura, e locais com nomes sugestivos, como a Fiery Furnace (fornalha ardente), acessível apenas com a ajuda de guardas-florestais, e o Devil's Garden (jardim do diabo), caminhada de 12 quilômetros, ida e volta, que passa pelos arcos mais fotografados.

A base para uma viagem ao Arches - e também a Canyonlands - é a cidade de Moab, uma atração em si. Segundo os habitués, a única coisa que não se pode fazer ao livre em Moab é surfar. Agências especializadas organizam escaladas, raftings, caminhadas, ralis, passeios de bicicleta e esqui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.