Divulgação
Divulgação

Esqui com glamour nos Alpes

Além do esporte, hotéis e restaurantes elegantes aguardam os turistas nas estações europeias

Renata Reps, Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

24 Outubro 2013 | 02h18

Eis a rotina de uma estação de esqui: deslizar na neve, repor as energias em restaurantes estrelados e repousar nos melhores hotéis. Algumas das mais belas estações do mundo ficam nos Alpes europeus. "É importante, na hora de decidir a data da viagem, conferir o calendário de eventos para escolher as atividades imperdíveis", recomenda Eduardo Gaz, da companhia Ski Brasil. A temporada em cinco das mais concorridas estações de esqui da Europa começa na época do Natal e termina no início de abril.

St. Moritz. Esta estação suíça (stmoritz.ch) combina sol e neve macia. Além disso, muita elegância. Foi aqui que os esportes de inverno foram inventados - o local já foi por duas vezes sede da Olimpíada de Inverno. A paisagem do vilarejo de 5.400 habitantes, com telhados brancos, deslumbra turistas do mundo todo que vêm esquiar, cavalgar sobre o lago congelado, participar de torneios de polo e dos festivais gourmet e de música.

É a estação preferida de celebridades internacionais, repleta de excelentes restaurantes e hotéis e onde é possível voltar tarde para casa sem medo de não acordar cedo para aproveitar os dias curtos de inverno: em St. Moritz, algumas pistas - de um total de 350 quilômetros - ficam abertas até as 2 horas. Aproveite para passar no badaladíssimo restaurante Nobu, que abre filial no Hotel Badrutts Palace todos os anos (badruttspalace.com).

Zermatt. Também na Suíça, este vilarejo (zermatt.ch) fica aos pés da montanha mais fotografada dos Alpes, a Matterhorn. Ali é proibido andar de carro, mas são permitidas charretes. Os esquiadores mais experientes podem aproveitar o maior espaço de heliski - trajetos difíceis e fora das pistas, onde o esquiador é acompanhado por um helicóptero. No alto verão, a menor pista soma ainda 20 quilômetros.

Para um pit-stop gourmet em plena montanha, passe no Chez Vrony (chezvrony.ch), restaurante típico da região, e prove os queijos e frios. A estação completará 150 anos em 2015 e uma intensa programação está sendo preparada.

Courchevel. A estação francesa (courchevel.com) é a mais glamourosa entre as alpinas e o maior domínio esquiável do mundo. Tem cinco altitudes e cinco subestações. Saint Bon, a 1.100 metros, a primeira das vilas, abriga o Le Lac Bleu, o primeiro hotel, erguido em 1925.

A 1.300 metros está Courchevel Le Praz, com ruelas estreitas e pistas com trampolins olímpicos. A 1.550 metros, Courchevel Village, a vila mais familiar, com uma enorme pista de luge que vai até a última subestação. A 1.650 metros, chega-se a Courchevel Moriond, domínio ensolarado por causa de sua localização e com várias pistas para iniciantes. Por último, a 1.850 metros, situa-se a Courchevel propriamente dita, com os melhores hotéis cinco estrelas, lojas de grifes e chefs estrelados.

Megève. Também fica na França (megeve.com) e ao redor de uma vila medieval com ruas pavimentadas que circundam a igreja de São João Batista. Combinadas às belezas naturais da região, situada aos pés do Mont Blanc, as pistas de esqui dão um toque mágico ao local. Os après-ski (a happy-hour dos esquiadores) começam cedo, a partir das 14h, e são regados a champanhe. Não perca a feira de Megève: todas as sextas-feiras, até as 13 horas.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.