Fim de ano

Qual a melhor época para comprar a viagem de réveillon? Ainda dá tempo de viajar? Aonde ir? (Mariana Amaral, Rio)

O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2013 | 02h19

Passagem e hospedagem não têm jeito: as mais bacanas vão esgotando e os destinos ficam cada vez mais caros. Na última hora vale comprar pacote, porque já está tudo negociado e o preço não aumenta. Ir de ônibus ou de carro pode valer a pena para o sul da Bahia.

Em dezembro, antes do Natal, lugares mágicos são os países germânicos, por causa dos mercados natalinos na Áustria, Alemanha (foto) e um pouco na República Checa.

Ano-novo no Brasil: pagamos caro para manter a tradição de pular sete ondas. É sempre assustador o que se cobra. Alguns vilarejos de praia ficam piores, faltam luz e água. O melhor é ir para cidades grandes, que não sofrem tanto. Maceió e Salvador têm bons réveillons.

Fora do Brasil não tem a mesma animação. Nos países frios, as ruas morrem 10 minutos depois do fim da queima de fogos, quando há. Edimburgo, Berlim e Praga são exceções. Minha dica é evitar o jantar de réveillon, inflacionado. Compre coisas gostosas, faça uma ceia-piquenique no quarto e depois caia na balada, que, aí sim, costuma ser boa em todo lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.