Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Finados, 2 de novembro

Três dias de folga

O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2018 | 04h50

Família

Foz do Iguaçu

A infraestrutura do Parque Nacional de Foz do Iguaçu permite levar a família toda para curtir o parque. Ônibus internos deixam os turistas nas principais paradas, e há rampas por todos os lados – boas tanto para quem tem problemas de mobilidade quanto para levar carrinho de bebê. Ver o impressionante conjunto de quedas d’água deixa qualquer um boquiaberto, e há muitas atrações extras para compor de acordo com o perfil da sua família. Os aventureiros podem curtir o Macuco Safári, que leva os corajosos bem pertinho das cachoeiras. O Parque das Aves encanta crianças e adultos com seus viveiros gigantes, com diversas espécies. Cruzar a fronteira com a Argentina é bacana tanto para quem quer passar no Duty Free quanto para conhecer o parque do lado de lá, que tem até um trenzinho interno e paisagens diferentes do que do lado brasileiro. 

Sozinho

Paraty

Dá para ir de ônibus com tranquilidade até a cidade histórica (assim não é preciso pegar estrada sozinho). Para quem quer se enturmar, o público é tão variado quanto as opções de hospedagem. É possível se encaixar em passeios de barco e nos tours de jipe que levam às cachoeiras e cachaçarias da região. Para quem quer sossego e contemplação também é ótimo: dá para caminhar sem pressa pelas ruas de pedra, contratar um barco pequeno no porto para fazer um tour mais intimista ou mesmo se refugiar nas lindas praias de Trindade ou no isolado Saco do Mamanguá.

Casal 

São Bento do Sapucaí

Cidades serranas são normalmente associadas a destinos de inverno. Mas ir fora da alta temporada, com um clima mais quente, pode ser ainda mais interessante. Há mais garantia de tranquilidade, menos trânsito, menos filas (nada mais romântico do que garantir que ninguém estará irritado na viagem, não é mesmo?). Além disso, as paisagens são igualmente lindas, os preços são melhores e as pousadas continuam charmosas em qualquer época do ano. Dá para curtir a vista da Pedra do Baú, ir a uma das dezenas de cachoeiras da região ou aproveitar as cervejarias artesanais que começam a dar as caras por lá (como a Bauzera). Confira uma sugestão de roteiro pela região aqui.

Grupo

Brotas

Com muitas atrações que têm a natureza como foco, Brotas é o tipo da cidade que acolhe viajantes de vários perfis. Mas não há dúvidas que em grupo fica tudo ainda mais divertido - especialmente no rafting, a principal atração da cidade. Não há restrição de idade, mas de altura e peso: é preciso ter no mínimo 1,20m e pesar no máximo 100 quilos para participar. E, claro, ter espírito de aventura: ao longo de 10 quilômetros, o grupo passa por 14 corredeiras de níveis 2 a 4, como momentos de muita diversão e frio na barriga. Há várias agências na cidade; na Ecoação, reservar com antecedência rende desconto e custa R$ 144 por pessoa. Cada bote leva até seis pessoas mais o guia. Vale fazer reserva, especialmente em feriados, para garantir que seu grupo não fique na mão. Confira sugestão de roteiro pela região aqui.

 

Mais conteúdo sobre:
feriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.