Royal Caribbean/Divulgação
Royal Caribbean/Divulgação

Gigante dos mares chega em novembro ao litoral caribenho

A maior embarcação do mundo, Harmony of the Seas, tem jardim interno, tobogã de 10 andares e abriga 6,7 mil hóspedes

Marcel Hartmann, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

30 Agosto 2016 | 02h59

Olhando da agradável via batizada de Central Park, você vai sentir como se estivesse em um desses condomínios verticais bem projetados e arborizados - no máximo, em meio a um shopping com um belo boulevard e alguns restaurantes de chef, como o Jamie’s Italian. A impressão só será quebrada se a paisagem toda chacoalhar, como reflexo de um mar que realmente não está para brincadeira. Sim, este é um navio. O maior e mais superlativo de todos: Harmony of the Seas, lançado em maio pela Royal Caribbean.

Com 361 metros de comprimento e 66,4 m de largura, o colosso parte em 23 de outubro da Espanha para a Flórida (EUA) - 13 dias, a partir de R$ 3.149, sem aéreo -, de onde vai fazer saídas para o Caribe até 2018. Os roteiros misturam paradas no México, Jamaica, Haiti, Bahamas, San Martin e St. Thomas, sempre zarpando de Fort Lauderdale, na Flórida. Uma viagem pelo oeste caribenho, por exemplo, visitando Labadee (Haiti), Falmouth (Jamaica) e Cozumel, custa a partir de R$ 3.604, para sete noites - há várias opções de datas, como 19 de novembro, 3 e 17 de dezembro e 14 de janeiro.

Ao todo, o gigante comporta 6.780 hóspedes em 2.747 cabines, e tem 2.100 tripulantes de 77 nacionalidades. Para acomodar toda essa gente, há 16 decks e muita atividade de arregalar os olhos. Para começar, tem o maior tobogã de navios, o Ultimate Abyss, com 30 metros de altura - ou dez andares de descida. No topo, possui dois simuladores de surfe, tirolesa que passa sobre um vão de nove decks, minicampo de golfe de nove buracos, parede de escalada, quadra poliesportiva, 23 piscinas com três toboáguas e parque aquático infantil - a programação e os espaços são divididos por faixa etária, com atividades das 6h às 22h. Claro, tem também um spa moderno, com diversas opções de tratamento, incluindo botox, e uma academia maior do que se vê nas cidades.

A diversão não para por aí. Há musical da Broadway no teatro de 1.380 lugares - Grease ou Columbus -, shows acrobáticos na água no anfiteatro de 700 pessoas e uma rua só de bares - incluindo um com dois robôs que preparam as bebidas e outro que sobe e desce três decks enquanto você bebe um drinque apreciando a vista. Mas você também pode fazer isso de um dos 20 restaurantes. É ou não é um gigante?

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.