Bruna Tiussu/AE
Bruna Tiussu/AE

Miami em múltiplas facetas

Descubra o lado nada convencional de Miami e sua vizinha Bal Harbour em um roteiro que estimula não só a visão, mas todos os seus sentidos

Bruna Tiussu / MIAMI,

12 Julho 2011 | 06h00

Os grafites saltam aos olhos logo no primeiro momento e as instalações artísticas que colorem o Wynwood District hipnotizam. Garçons dos refinados restaurantes servem com a máxima delicadeza pratos tão elaborados que chegam a dar água na boca até mesmo em quem acabou de almoçar. Um mundo elegantíssimo, com butiques internacionais e aroma refinado, se abre em Bal Harbour, cidadezinha colada em Miami e hoje cobiçada por todos que buscam glamour.

 

Depois de ser considerada símbolo da imigração latina nos Estados Unidos, refúgio dos endinheirados e seus carrões esportivos e até destino, digamos, démodé, Miami atualmente surpreende com um supertrunfo: o convite para conhecer seu estilo de vida cosmopolita embarcando em uma viagem multissensorial.

 

Se antes as atrações se concentravam à beira-mar, em Miami Beach e South Beach, hoje ouve-se burburinhos de agito por todas as direções, inclusive nas cidades que a rodeiam.

 

Isso inclui áreas que, há pouco tempo, não despertavam o olhar dos visitantes. Caso dos Design District e Wynwood District, pertinho de Downtown. Estilistas e artistas adotaram a região e a transformaram em centro cultural e moderno. É como se o renascer de um bairro fosse capaz de fazer Miami despontar também como destino Hype.

 

Quer se gabar no conforto de uma suíte perfumada dos resorts luxuosos e até, ao menos por um dia, chamá-la de sua? Percorra toda a Collins Avenue sentido norte e chegará em Bal Harbour. Ali, escolha entre ir às compras com uma personal shopper ou ponha a mão na massa por si só, praticando sua vocação consumista em lojas Carolina Herrera, Gucci, Chanel e cia., que ficam no mesmo shopping center.

 

Ao lado dos espaços de compras, estabelecimentos de beleza e spas da região já fazem parte da lista dos mais sofisticados do mundo. A atmosfera aconchegante é o primeiro chamado. Depois, vem o menu dos tratamentos, com técnicas e sons incorporados de vários cantos do mundo. E fica quase impossível recusar a experiência de deixar o corpo sentir a ação mágica das mãos dos profissionais.

 

Por todos os lados, surgem opções que despertam o olhar, aguçam o paladar e permitem sentir na pele, literalmente, um pouquinho de tudo aquilo que o destino tem a oferecer. Basta decidir por onde começar.

 

A REPÓRTER VIAJOU A CONVITE DA PREFEITURA DE BAL HARBOUR E TAM

 

***

AUDIÇÃO

Trilha Sonora

Do clássico ao moderno

 

Seu traçado mais conhecido está em Bilbao, na Espanha, mais especificamente em cada detalhe do tortuoso Museu Guggenheim. Mas Frank Gehry também deixou marcas em Praga, Nova York, Los Angeles e mais recentemente em Miami Beach, assinando o projeto de arquitetura da New World Symphony (na foto; nws.edu).

 

 

Um incrível jardim recortado por caminhos curvilíneos e estruturas metálicas leva até o edifício, que abriga uma enorme sala de concerto e estúdios que parecem se encaixar uns nos outros. Lindo de admirar. Mas o objetivo do espaço é promover eventos que emocionem pelos ouvidos. É em setembro que começa a temporada 2011-2012 com apresentações de música clássica protagonizadas por orquestras e artistas do mundo todo. Ali, elas se diferem por serem projetadas em grandes telões ao ar livre, alcançando um público ainda maior.

 

Musicais da Broadway também têm endereço próprio na cidade. O Adrienne Arsht Center (arshtcenter.org), localizado em North Beach, tem shows agendados para o inverno (com ingressos à venda), como Família Adams, com início no fim de outubro, e Shrek, que entra em cartaz em dezembro.

 

***

VISÃO

Ver Para Crer

A outra cara da cidade

 

Quando o cheiro de maresia e o vai e vem de turistas ficam para trás, uma Miami absolutamente urbana se revela. No sentido Downtown fica o Wynwood District, hoje reduto de artistas descolados que conferem uma nova cara à arte feita na cidade. O exemplo mais visível é o Wynwood Walls (foto), um tipo de galeria a céu aberto formada por murais grafitados por artistas do mundo todo - o Brasil está lá, nos traços de Os Gêmeos e Nunca.

 

Obras mais convencionais estão à mostra logo ali, em galpões que reúnem coleções particulares. Caso do Warehouse, que concentra trabalhos que Martin Marguiles (margulieswarehouse.com) adquiriu assim, simplesmente por hobby. Na coleção de De La Cruz (delacruzcollection.org), obras contemporâneas e projeções assinadas por talentos locais. Vizinho aos galpões está o Design District, onde Christian Louboutin abriu sua butique em 2009, ao lado de outros concorridos espaços de design e decoração.

 

Para mais uma autêntica experiência artística, siga para North Beach, onde está o Museu de Arte Contemporânea, o MOCA (mocanomi.org). Destino de jovens moradores a cada ultima sexta-feira do mês, quando promove o Jazz at MOCA, também agrada pela sua coleção permanente. Além dela, conta com uma área dedicada às mostras temporárias que, neste ano, são pra lá de especiais, já que a instituição comemora seu 15º aniversário.

 

***

PALADAR

Requinte à Mesa

Além do fast-food

 

Para provar o menu japonês contemporâneo do Makoto (makoto-restaurant.com), o jeito é reservar com antecedência. Aberto há três meses no Bal Harbour Shops - e do mesmo dono dos concorridos Budakkan e Marimoto de Nova York -, é o restaurante do momento nos arredores de Miami. Tente provar as iguarias que já dão fama ao local, como o prato que leva uma espécie diferente de bacalhau, com shitake, mini cenouras e molho oriental (foto), por US$ 23,50. Também há variedades incríveis de sushis e drinques exclusivos, como a caipirosca de chá verde.

 

Também no Bal Harbour Shops, o Carpaccio (carpaccioatbalharbour.com) é um italiano que já caiu nas graças dos brasileiros que circulam por ali. Além de carpaccios fresquinhos (US$ 14, em média), as massas são de dar água na boca.

 

 

Ainda na lista da culinária internacional, o Hotel W South Beach abriga dois endereços: o hypado chinês Mr. Chow (mrchow.com), que só abre à noite, e o Solea (wsouthbeach.com/solea), um honesto representante da cozinha espanhola. No cardápio, as tradicionais tapas, como croquetas de jamón (US$ 8), e pratos bem feitos, como o filete de buey: filé mignon com cogumelos selvagens, por US$ 36. Para terminar, aposte na torta mil folhas de doce de leite (US$ 17). Ela desmancha na boca.

 

***

TATO

Mãos Em Ação

Para sentir na pele

 

Pouca, média ou muita pressão. Especificamente no rosto, na coluna ou no corpo todo. Com óleos especiais ou cremes corporais mais simples. Nos spas completos e luxuosos que dão fama a Miami você pode escolher a experiência sensitiva que mais te agrada - desde tratamentos de manicure até massagens que prometem reduzir medidas rapidamente.

 

Para algumas horas de puro deleite, escolha um dos que compõem o grupo dos mais refinados, como o spa do One Bal Harbour Resort (oneluxuryhotels.com). Uma boa pedida para quem quer sair dali flutuando é combinar um banho terapêutico, onde você escolhe a essência (20 minutos custa US$$ 50), com a massagem de relaxamento, que dura 50 minutos e vale US$ 130.

 

Instalado em um ambiente alegre e jovial, o Bliss (na foto; wsouthbeach.com/spa) tem chamado a atenção dos turistas que circulam em South Beach. A blissage é a massagem tradicional da casa, que garante acabar com todas suas dores musculares em 75 minutos (por US$ 150). Tratamentos faciais que combinam limpeza e esfoliação também estão entre os mais procurados.

 

Prolongue o exercício do tato naquilo que o destino parece ser mais convidativo: compras. Separe um tempo (ou dias) para as butiques internacionais do Bal Harbour Shops, as megastores do Aventura Mall e as lojas a céu aberto da Lincoln Road, em South Beach. Explore prateleiras e araras, prove peças descoladas e garanta souvenirs para a família. Opções que se encaixem no seu perfil não vão faltar.

 

***

OLFATO

Perfume no Ar

Escolha a sua essência

 

Os itens que ditam a tendência da moda dirigem o olhar ora para um lado, ora para o outro. Mas é o perfume que se sente ao entrar na megastore Neiman Marcus, no Bal Harbour Shops, que conduz à área onde estão produtos de beleza exclusivos, aqueles difíceis de se ver em qualquer loja. A começar pela coleção Neroli Portofino, de Tom Ford. Com o mesmo aroma cítrico com tons florais da colônia (US$ 465), o estilista lançou o hidratante, gel de banho, esfoliante e sabonete. Que você pode provar - e se encantar - ali mesmo.

 

Outro espaço do Bal Harbour Shops vai aguçar o seu olfato. Originalmente de Firenze, a Santa Maria Novella marca presença ali, com prateleiras recheadas de produtos de beleza. A colônia que leva o seu nome (US$ 110) foi criada em 1612, especialmente para Caterina de’Medici, rainha de França, e até hoje é produzida seguindo a fórmula original.

 

Endereços igualmente aromáticos estão no Aventura Mall, o shopping queridinho dos brasileiros. Além de The Body Shops e L’Occitane, visite a Crabtree and Evelyn (foto), única filial na cidade. Coleções com essência de lavanda e rosas estão no topo das preferências da clientela. Há perfumes, hidratantes, velas, aromatizador de ambientes, sabonetes e até forros de gavetas com cheirinhos deliciosos.

Mais conteúdo sobre:
Miami Bal Harbour

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.