Stephen Ferry/The New York Times
Stephen Ferry/The New York Times

Museus à vista em Bogotá

Capital tem desde coleções históricas até as uma exposição totalmente dedicada a Botero

O Estado de S. Paulo

17 Outubro 2017 | 04h30

1. Museu Botero

O mais famoso artista colombiano, Fernando Botero, famoso por seus quadros e esculturas com personagens gordinhos, tem museu próprio na cidade. O Museu Botero ( bit.ly/MuseuBotero) reúne 125 obras do artista – entre elas, uma versão rechonchuda da Mona Lisa e a escutura A Mão – além de obras de Picasso, Renoir e Monet. Fica no bairro da Candelária, e a entrada é gratuita. Atenção: o museu fecha às terças-feiras.

2.  Museu del Oro

 

Quase um "El Dorado" no meio de Bogotá, o Musel del Oro ( bit.ly/MuseuDelOro) tem em seu acervo tesouros de povos da era pré-hispânica, em sua maioria feita de ouro maciço. Apesar de não ser o único museu com esta temática na América Latina, o Museu del Oro de Bogotá é considerado o maior do mundo no gênero: são 13 mil metros quadrados no total. Fecha às segundas; ingresso a 4 mil pesos colombianos (cerca de R$ 5). Aos domingos, 

a entrada é grátis.

3.  Museu Nacional da Colômbia

Um dos mais antigos museus em funcionamento da América Latina, foi fundado em 1824 e está no prédio de uma antiga penitenciária. Seu acervo reúne mais de 20 mil peças. Ingressos a 4 mil pesos 

(R$ 4) para adultos. Às quartas-feiras, das 16h às 18h, e aos domingos a entrada é gratuita o dia todo. Mais: museonacional.gov.co

4. Museu de Arte Moderna

O prédio, projetado pelo arquiteto Rogelio Salmona, é um baú que guarda tesouros artísticos colombianos e mundiais. Ali estão 4.331 peças de nomes como Rodin, Picasso, Diego Rivera, além de locais como Negret e Oslina. Abre de terça a sábado, com ingressos a 10 mil pesos (R$ 11); mambogota.com.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.