Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Na Califórnia, com a casa sobre rodas

Depois que foi à Califórnia e viu casais e famílias caindo na estrada a bordo de um motorhome, o empresário Marcos Araujo Vieira ficou com a ideia fixa na cabeça: voltar lá e fazer igual. O sonho se concretizou em agosto de 2010. Ele e sua mulher, Daniela, alugaram em Los Angeles o menor tipo de motorhome disponível e rodaram cada canto do Estado americano ao longo de 30 dias.

Bruna Tiussu - O Estado de S. Paulo,

16 Agosto 2011 | 04h00

 

A proposta também casava com outra preocupação: gastar pouco. Começando pela pechincha cobrada no aluguel do veículo: US$ 1.700. "Além disso e das estradas seguras e perfeitas, a gasolina é super barata por lá. Também economizamos abrindo mão de hotéis e cozinhando em ‘casa’", explica.

 

Apesar de pequenininho, o motorhome vinha com kit-sobrevivência completo: geladeira, fogão, micro-ondas, banheiro com chuveiro, mesinha, poltrona e cama. Sem contar o espaço de sobra para os viajantes levarem o que bem desejassem. Saindo de Los Angeles, tinham um roteiro determinado: descer a costa e seguir em um tour circular por toda a Califórnia, até chegar em São Francisco, onde devolveriam o veículo. Tudo seguindo apenas as placas e o mapa que tinham em mãos. "Foi opção nossa não alugar GPS, que teria sido de grande ajuda nas cidades, onde os mapas não funcionaram tão bem."

 

Já nas estradas e parques - como Marcos escala, incluiu no trajeto as montanhas de Joshua e Yosemite -, a estrutura oferecida nos postos de parada era supereficiente. "Sempre havia água para encher o reservatório, tomadas e locais para descarregar o esgoto". Também eram nestes locais que ocorriam as divertidas trocas de dicas com outros viajantes, que os ajudaram a moldar a viagem à sua maneira.

 

"Saiu tudo certinho, como a gente havia planejando mesmo. A experiência foi ótima". Tanto que a próxima já está marcada no calendário do casal: no ano que vem vão explorar o Texas. De motorhome, claro.

 

* DICAS ÚTEIS

Tamanho: se for uma viagem a dois, prefira um veículo menor - mais fácil para dirigir e manobrar

Aluguel: confira todas as condições do contrato - a empresa pode incluir "opcionais" (como cafeteira) e cobrar mais por isso

GPS: o aparelho será de grande ajuda na hora de dirigir dentro das cidades, quando os mapas podem ser insuficientes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.