KENT PHILLIPS|DIVULGAÇÃO
KENT PHILLIPS|DIVULGAÇÃO

No balanço da alegria em um cruzeiro com Mickey

O mais famoso dos personagens Disney é o anfitrião do roteiro pelas águas do Caribe rumo a uma ilha particular. Veja também opções para curtir outros portos (e embarcações) na região

Fernando Otto, O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2015 | 02h35

Como muitas famílias, Mickey e Minnie gostam de pegar praia de vez em quando. O problema é que Orlando, cidade onde vive o casal Mouse no complexo de parques mais famoso do mundo, não tem saída para o mar. O que fazer? Juntar toda a turma a bordo de um navio e visitar algumas das mais belas praias do planeta, oras.

Gostaram tanto da ideia que em vez de um, montaram logo quatro parques de diversão flutuantes. Batizados com nomes que expressam conceitos caros ao império Disney, os navios Wonder, Dream, Fantasy e Magic (Maravilha, Sonho, Fantasia e Magia) levam turistas, mais Donald, Pluto, Pateta, Margarida, princesas, heróis e vilões a destinos de perfis variados, para gostos idem. Tem Alasca, Bahamas, Califórnia, Caribe, México, Panamá e Europa em pacotes com duração que varia de 3 a 14 noites.

O Viagem embarcou no Disney Magic rumo a Castaway Cay (ilha do náufrago, em inglês), a ilha particular da Disney nas Bahamas, em um cruzeiro de três dias. A embarcação é maior do que muitos hotéis: tem capacidade para 2,7 mil passageiros em 877 cabines de tamanhos entre 17 e 100 metros quadrados, para até sete pessoas. Os 50 metros de altura são divididos em 11 deques e, somados aos 300 metros de comprimento, fazem a embarcação chegar ao peso de 84 mil toneladas. A onipresente silhueta do Mickey estampa as chaminés vermelhas do barco.

O embarque em Port Canaveral, a 70 quilômetros de Orlando, é em clima de festa. Ao entrar no navio, cada hóspede tem seu nome anunciado no sistema de som e é aplaudido – bateu uma sensação de acolhimento. Na hora de zarpar do porto, é no imponente lobby art déco que os personagens Disney se apresentam para celebrar a partida, no evento chamado de Sail Away Celebration. 

São 472 quilômetros até Castaway Cay. No caminho, não faltam atrações para todas as idades. O Magic tem três ambientes aquáticos nos andares de cima: a Quiet Cove Pool (para adultos), o Aqua Lab (para crianças) e a Goofy’s Pool (para famílias). A atração mais procurada é o AquaDunk, toboágua idealizado pelos sobrinhos do Tio Patinhas – Huguinho, Zezinho e Luizinho –, em que é preciso entrar em uma câmara transparente e apoiar os pés em uma superfície móvel. O chão se abre como um alçapão e leva a um túnel que sai do topo do navio. Seis dos 65 metros do caminho passam por fora dos limites da embarcação, 12 metros acima do nível do oceano. É como deslizar em alto-mar. 

Deu fome? O buffet Cabanas e a pizzaria Pinocchio’s ficam ali pela área das piscinas, com vista para o Caribe. 

 

Veja outros navios para fazer cruzeiros pelo Caribe - e os preços dos pacotes.

 

A FOME É GRANDE? SÃO TRÊS RESTAURANTES 

Uma ideia que diferencia os navios Disney de boa parte das embarcações de cruzeiros é a rotação de restaurantes. Em vez de um grande restaurante central, como é mais comum em barcos para um grande número de passageiros, há três principais incluídos no valor do pacote. Todos os passageiros visitam os três – um cronograma que indica o restaurante de cada noite é entregue na cabine logo no embarque. 

A equipe de garçons que atende cada grupo de passageiros, no entanto, acompanha os clientes nos deslocamentos entre os salões, jantar após jantar. Assim, você será atendido pelas mesmas pessoas do primeiro ao último dia do cruzeiro (o que facilita também na hora das gorjetas finais). Há cardápios em português graças à presença expressiva de brasileiros nos cruzeiros Disney pelo Caribe – alguns atendentes, inclusive, falam o idioma. 

O Animator’s Palate tem ambiente preto e branco como as oficinas de desenho da Disney e da Pixar. Mas os quadros nas paredes são, na verdade, telas de LCD que simulam folhas de papel em branco – ao longo do jantar, os desenhos ganham cor e são finalizados. O cardápio inclui peixe, frango e carne bovina, preparados à moda da cozinha do Pacífico. Lá pela sobremesa, a refeição é interrompida, mas ninguém se incomoda. É que Mickey Mouse resolve aparecer para dar um oi e ver se seus convidados estão sendo bem tratados.

Apesar do nome, o Carioca’s não tem feijoada no menu. A única alusão ao Brasil no restaurante inspirado na história dos Três Cavalheiros, protagonizada por Zé Carioca, fica por conta do piso como o do calçadão de Copacabana. A comida é sul-americana, especialmente peruana e argentina, e as opções vão de empanadas a misturas de camarões e lagostas com frutas.

No charmoso Lumiere’s é realizado um jantar de gala, que pede traje mais caprichado. O ambiente é inspirado na sala de jantar do castelo da Fera e o cardápio à moda francesa tem opções como filé mignon com batatas ao alecrim e confit de pato.

 

ESPAÇOS EXCLUSIVOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

As crianças (e os adolescentes também) têm tratamento especial a bordo do Disney Magic. Um andar do navio é ocupado por clubes onde os pais podem deixar os filhos sob supervisão de monitores. O Oceaneer’s Club, para crianças e pré-adolescentes de 3 a 12 anos, tem quatro áreas temáticas. No quarto do Andy de Toy Story é possível montar o rosto do Senhor Cabeça de Batata, guardar moedas no Porquinho ou deslizar no escorregador do cachorrinho Slinky, tudo construído em escala humana. 

A concorrida Marvel Avengers Academy aposta em tecnologia parecida com o Kinect, sensor de movimentos para o console Xbox. Posicionados em frente a um telão, os aprendizes de vingadores vestem virtualmente a armadura do Homem de Ferro e realizam missões, ou fazem o herói reproduzir movimentos malucos como danças e gestos. O espaço do Mickey Mouse oferece atividades manuais e o da fada Sininho, de Peter Pan, fantasias de princesas e outros personagens. 

O Oceaneer’s Lab convida a pôr a mão na massa. Inspirados no filme Ratatouille, as crianças se aventuram como aprendizes de chefs de cozinha em uma oficina de culinária que ensina a preparar biscoitos de chocolate. Outra oficina, virtual, permite aprender a conduzir um navio com ninguém menos que o capitão Jack Sparrow de Piratas do Caribe. O local ainda oferece uma oficina de animação que ensina os primeiros passos para a criação de uma história e mostra como são feitos os clássicos da Disney. 

Para adolescentes de até 17 anos, os espaços Edge e Vibe têm música, videogames e atividades com monitores. 

 

NO TEATRO, O ENCANTO DOS SHOWS EM ESTILO BROADWAY

Em um teatro com três andares de altura e 977 lugares, os personagens Disney se reúnem e se revezam entre espetáculos ao estilo Broadway pensados para fazer o público sonhar e se emocionar. Shows inspirados em Frozen e Enrolados são as novidades deste ano. 

Entre os espetáculos que estão há mais tempo em cartaz, o musical Disney Dreams, An Enchanted Classic (Sonhos Disney, Um Clássico Encantado) é o que mais empolga a plateia. O show conta a história da menina Anne Marie, que duvida de que sonhos possam se tornar realidade. 

Então, na hora de dormir, recebe a visita de Peter Pan, que chega voando (sustentado por cabos, um dos muitos efeitos especiais do espetáculo) e conduz a menina para encontros com Pinóquio, Cinderela e o príncipe, Alladin, Timão e Pumba, Aurora e Ariel. Cada personagem, do seu jeito, mostra a Anne Marie o poder dos sonhos. A sequência de coreografias, canções e cenas famosas nos filmes arranca lágrimas do público, inclusive dos adultos. 

Na divertida Villains Tonight, Hades, o deus da morte do filme Hércules, está com dificuldades para manter o inferno triste e medonho como deveria ser e resolve juntar vilões como Cruella de Vil (101 Dálmatas), Capitão Gancho (Peter Pan), Scar (O Rei Leão), Úrsula (A Pequena Sereia) e a Rainha Má de Branca de Neve e os Sete Anões para resolver o problema. 

Twice Charmed: An Original Twist of the Cinderela Story (Duas Vezes Encantada: Uma Distorção Original da História de Cinderela) é uma adaptação em que a madrasta e suas duas filhas voltam no tempo para quebrar o sapatinho de cristal e impedir que o Príncipe Encantado encontre Cinderela. As produções impecáveis são pontos altos do cruzeiro.

Para fazer toda a estrutura funcionar, são necessários 30 atores e 35 técnicos. Os shows ocorrem em horários alternados com o jantar: passageiros do primeiro turno da refeição, às 18h15, veem o show das 20h30, e vice-versa. Os horários são escolhidos na compra do pacote.

 

O ESPERADO DESEMBARQUE EM CASTAWAY CAY

O momento mais esperado da viagem é, sem dúvida, a chegada a Castaway Cay (ilha do náufrago, em inglês). As águas azuis transparentes e a areia branca que, refletindo a luz do sol, ofusca a visão, formam uma imagem daquelas difíceis de esquecer. A ilha é uma das 700 que formam o arquipélago das Bahamas, no Caribe. São 4 quilômetros quadrados dedicados apenas aos clientes dos cruzeiros da Disney.

A ilha tem duas praias: a Castaway Family Beach, para famílias, e a Serenity Bay, só para adultos. Por lá, Mickey, Donald e Pateta só circulam a caráter: camisa florida e fresca para aliviar o calor que chega aos 32 graus no verão caribenho. Não é preciso se preocupar com cadeiras ou guarda-sóis, que são instalados pela equipe do navio. É bom preparar o bolso porque a maior parte das atividades oferecidas, como passeios de caiaque, parapente e moto aquática, têm custo adicional, a partir de US$ 67 por pessoa.

Para famílias, pode ser uma alternativa menos custosa investir no Extreme Getaway Package, pacote que inclui aluguel de snorkel, bicicleta, colete salva-vidas e acesso à lagoa das arraias por US$ 75 por pessoa (acima de 10 anos) e US$ 58 (crianças entre 5 e 9 anos). 

Com a ajuda de instrutores, é possível entrar na água junto com cerca de 60 arraias e dar comida na boca dos animais. Apesar do receio inicial, não demora muito para se perceber o quanto os bichos são dóceis. 

Depois de uma hora explorando as belezas submersas da lagoa, nada melhor do que um passeio de bicicleta pela ilha, que tem estradas pavimentadas e natureza bastante preservada. Na hora do almoço, é servido um churrasco caribenho no restaurante de estilo praiano Cookie’s BBQ, incluído no pacote do cruzeiro. Há costela na brasa, farofa e vinagrete.

Para quem estiver interessado em algo mais exclusivo, a Serenity Bay, praia reservada a adultos, oferece 20 bangalôs de frente para o mar que podem ser alugados por US$ 500, com direito a spa, massagem e aulas de ioga.

 

Mais conteúdo sobre:
Mickey Disney Caribe

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.