Nova York: roupas mais caras em outubro

No dia 30 de setembro vai acabar uma das maiores mamatas para compras em Nova York. Com o objetivo de reforçar o combalido caixa do Estado, será suspensa por um ano e meio a isenção de sales tax (imposto sobre vendas) para itens de vestuário de preço unitário inferior a US$ 110.

Gilson Gelson, O Estado de S.Paulo

27 Julho 2010 | 02h30

Seis meses mais tarde, em 1º de abril de 2011, os artigos de vestuário até US$ 55 voltarão a ser isentos. Mas a isenção de imposto para artigos que custem até US$ 110 retornará apenas em 1º de abril de 2012.

Com isso, agora em outubro as roupas baratinhas ficarão 8,875% mais caras, já que esta é a sales tax de Nova York.

A medida acirra a disputa de dois outlets pelos turistas brasileiros. Woodbury, a 1h30 de Manhattan, é maior e tem mais lojas de grife. Mas como fica no Estado de Nova York, vai perder competitividade nas peças mais simples.

Seu concorrente Jersey Gardens, a meia hora de Manhattan, tem menos lojas de luxo - mas o Estado de New Jersey não cobra sales tax de nenhum item de vestuário ou calçado, sem limite de preço.

Tem GLS duas vezes no nome. É nosso especialista em viagens heterodoxas

"E viva a Argentina! A onda agora é ir pra Buenos Aires celebrar a aprovação do casamento gay. E já que o negócio é igualdade total, a dica é conferir uma noite de tango gay. A milonga La Marshall é o point do tango dançado por casais de homens e de mulheres. Acontece duas noites por semana: quarta e sábado, em dois salões diferentes. Pegue os endereços em lamarshall.com.ar"

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.