Viagem

Os melhores destinos de 2016: conheça nossos jurados e como funciona a eleição

Não tinha jeito. Sede da Olimpíada e cheio de novidades no próximo ano, o Rio ficou no topo da nossa lista de 21 finalistas. E dividiu o pódio com um concorrente de peso: Noronha

08/12/2015 | 10h05    

Mônica Nóbrega - O Estado de S. Paulo

Descubra quais foram os destinos escolhidos para viajar em 2016

Descubra quais foram os destinos escolhidos para viajar em 2016 Foto: Viagem|Estadão

Daqui a poucos dias, em 19 de dezembro, o Rio de Janeiro ganhará o futurístico Museu do Amanhã, em prédio assinado pelo arquiteto catalão Santiago Calatrava. Em frente, na Praça Mauá, funciona desde março de 2013 o Museu de Arte do Rio, famoso pela cobertura suspensa com design de onda. Os dois museus integram o projeto Porto Maravilha, uma ampla requalificação da região portuária da cidade. E são ícones de um Rio que se prepara para ser, mais uma vez, protagonista do turismo brasileiro (e mundial), como sede da Olimpíada de 2016.

Só isso justificaria a votação unânime que a cidade recebeu pelos jurados na escolha do Viagem de destinos para visitar no próximo ano (veja o júri abaixo). Mas há outra razão: neste 2015 de crise e dólar instável, muitos brasileiros estão trocando os destinos no exterior pelos nacionais nos seus planos de viagem. 

A tendência vem sendo detectada pela Sondagem do Consumidor: Intenção de Viagem, feita mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas para o Ministério do Turismo. A pesquisa, em 2 mil domicílios e referente a novembro, detectou que, dos brasileiros dispostos a viajar nos próximos seis meses, 81,7% pretendem ir a destinos nacionais, e 13,8% ao exterior. Em novembro do ano passado, o Brasil foi escolhido por 79,6% dos entrevistados; roteiros internacionais estavam nos planos de 13,8%.

Tal preferência pelo Brasil levou a outra votação unânime, Fernando de Noronha, e na escolha de destinos internacionais mais baratos, de maneira geral. 

Como funciona. Publicada em dezembro desde 2013, a votação do Viagem oferece ao leitor ideias de destinos turísticos para visitar no ano seguinte. Nossa equipe reúne informações de lugares do mundo todo considerando situação econômica, momento político, oferta de voos, programação de eventos, efemérides – tudo o que torne um lugar atrativo ou imponha distância dele é considerado. 

Chegamos, assim, a uma lista de 21 localidades, enviada a sete jurados, entre especialistas do mercado e viajantes, e cada um escolheu seus dez favoritos. 

Neste ano, foram muitos empates. Atrás de Rio e Noronha, a capital paraense, Belém, e o Canadá receberam seis votos cada. Polônia e Cuba (5 votos), Vietnã, Punta Cana e Balneário Camboriú (4 votos) e África do Sul (3 votos) completam a lista. Os motivos você descobre clicando aqui.

Vale a pena saber:

1. Embora tenham sido finalistas, ficaram de fora do nosso Top 10: Sul da Bahia, Brotas (SP), Região dos Lagos (RJ), Serra Catarinense, Curitiba (PR), Jalapão (TO), Uruguai, Salta (Argentina), França e San Sebastián (Espanha).

2.  O Espírito Santo, com sua combinação de praia e monta- nha, estava na lista de finalistas. A contaminação do litoral com a lama tóxica do rompimento da barragem de rejeitos da Samarco, em Mariana, deixou o Estado fora da disputa.

QUEM VOTOU

Este ano, a lista inicial tinha 21 destinos turísticos que mereceriam destaque em 2016. Os sete jurados tiveram de escolher seus dez preferidos e justificar as opções. Conheça os votantes. 

 

 

Conheça quem foram os nossos jurados para o ranking de 2016

Posted by Viagem Estadão on Terça, 8 de dezembro de 2015

'VIAGEM' - Nossa equipe – Adriana Moreira, Mônica Nobrega, Felipe Mortara e Bruna Toni – teve direito a um voto único. Curiosidade: na decisão interna, nossas unanimidades foram o Rio de Janeiro e Balneário Camboriú.

MR. MILES - Ao votar no Jalapão, que não ficou entre os finalistas, nosso adorável colunista inglês justificou: “Well, ao Jalapão ainda faltam hotéis, restaurantes elegantes e infraestrutura. Ou seja, my friends, não falta nada!” 

RICARDO FREIRE - Com toda sabedoria de um Turista Profissional, nosso colunista focou seus votos em destinos nacionais (com Cuba, Punta Cana e Canadá como exceções). Mantém também o site viajenaviagem.com.

FÁBIO PORCHAT - Entre o site de humor Porta dos Fundos, a coluna no Estado e mais compromissos, ele encontra tempo para uma paixão: viajar. Mas até isso virou trabalho – o programa Porta Afora, do Multishow.

MAGDA NASSAR - A presidente da Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) votou principalmente em destinos internacionais, com sete escolhas. No Brasil, emplacou seus três eleitos: Rio, Noronha e Belém.

TAHIANA RODRIGUES - Gerente de Comunicação do buscador Skyscanner, disse que “a alta do dólar parece ter motivado a busca por destinos nacionais antes percebidos como caros, como é o caso de Fernando de Noronha”.

LEONARDO MARQUES - “TAM e Gol lançaram voos para Punta Cana em 2015 e os preços dos resorts continuam imbatíveis”, justificou o fundador do site Melhores Destinos, de promoções aéreas e viagens.