Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

Outros ícones

Disneylândia

Adriana Moreira, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2015 | 03h00

Apenas o parque de Anaheim, na Califórnia, havia sido inaugurado até então; a Disney World de Orlando só seria aberta em 1971. Nada de Woody e Buzz Lightyear, de Toy Story, ou Ariel, de A Pequena Sereia. Dumbo, Os Três Porquinhos e Pinóquio eram os mais queridos pelas crianças da época. As xícaras giratórias, hoje um brinquedo secundário, eram disputadíssimas. 

It’s a Small World, passeio de barco com canção-chiclete e figuras animadas que cantam e dançam, estava entre os grandes hits do parque. Até hoje é um clássico, presente em todos os parques do grupo. Mas o mais surpreendente era o preço do ingresso: US$ 1,25. Pagava-se as atrações à parte, por US$ 0,75 cada – o talão, com 15 ingressos, saía por US$ 5,50. Hoje, a entrada dá direito a todos os brinquedos e vale US$ 96 para um dia – quanto mais dias de visita, mais barato o ingresso.

Mais conteúdo sobre:
Estadão 140 Estadão 140 anos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.