Bogdan Cristel/Reuters
Bogdan Cristel/Reuters

Paisagens da França em cima de uma bike

Entre 29 de junho e 21 de julho, a mais tradicional volta ciclística do mundo comemora sua centésima edição com uma novidade. Pela primeira vez, o Tour de France terá etapas na Ilha de Córsega. E não é só isso: a largada – assim como as três primeiras provas – também será dada neste destino pouco conhecido entre os viajantes brasileiros.

O Estado de S. Paulo

31 Dezembro 2012 | 15h53

 

Descobrir a Córsega já seria um ótimo motivo para acompanhar (nem que seja em alguns poucos trechos) o Tour. A montanhosa ilha é cercada por um mar azul provocador dos sentidos. A Aurora Eco propõe um roteiro de seis dias na ilha com a chance de acompanhar a largada (Le Grand Départ) e, em seguida, percorrer – de bike, bien sûr – boa parte do roteiro da prova. O pacote terrestre custa a partir de US$ 5.995. Uma vez lá, aproveite para conhecer o Musée de la Maison Bonaparte, em Ajaccio, dedicado a Napoleão, o mais ilustre filho da Córsega.

 

Ao longo dos mais de 3.360 quilômetros – a serem percorridos em 20 dias – os quase 200 atletas enfrentarão desafios de todo tipo. Mas não é preciso ser profissional para conhecer as paisagens da prova. Diversas empresas oferecem pacotes ciclísticos para a região. O do Sampa Bikers inclui vistas inesquecíveis aos Pirineus em um percurso de 10 dias e 335 quilômetros por a partir de 1.980 euros.

Já o da Butterfield & Robinson passa por outro ponto icônico no caminho dos atletas: a abadia do Mont St.-Michel, na Normandia, que, conforme a maré, se transforma em uma ilha. Seis dias, com hospedagem e carro de apoio, custam desde US$ 5.495.

 

O Tour também fará a travessia de 176 quilômetros entre Aix-en-Provence e Montpellier. Para apreciar a região, a Bike Expedition tem pacotes ciclísticos de 7 dias por € 3.580, em hotéis estrelados e com farta gastronomia. / F.M.

 

Outras competições:

 

Vegas, Londres e Tóquio no rastro do UFC

 

Os caras durões do MMA (Mixed Martial Arts) vão dar início à temporada 2013 do UFC (Ultimate Fighting Championship) em solo brasileiro – será a sexta vez que o País recebe o evento. Em 19 de janeiro, o octógono montado no Ginásio do Ibirapuera será palco de 12 combates – o mais importante deles, protagonizado por Vitor Belfort e o inglês Michael Bisping. Ingressos a venda no ticketsforfun.com.br, desde R$ 400.

 

Os duelos do maior evento de lutas da atualidade seguem até dezembro – mas o calendário é definido aos poucos. Até agora, sabe-se que, depois de São Paulo, o UFC viaja para os Estados Unidos, com disputas nos dias 26, em Chicago, e 2 de fevereiro, em Las Vegas. Depois, passa por Londres (16 de fevereiro) e, Tóquio (2 de março).

 

No clima. Vegas é, de longe, a cidade que melhor abraça a atmosfera do UFC – por isso, é para lá que fãs do esporte se dirigem. O palco da disputa de 2 de fevereiro será o Hotel Mandalay Bay – que tem entre as atrações o Fight Museum e, em 2012, montou um octógono similar ao das lutas no hall de entrada. O fim dos duelos não significa término da diversão. Festas temáticas são comuns: basta ficar de olho para descobrir em quais baladas os lutadores reservaram seus camarotes.

Se você quiser sair daqui com tudo organizado, a 4BTS vende pacote de três noites com aéreo, hotel, ingresso e festa pós-luta por a partir de US$ 4.100. / B.T.

 

 

Nas águas de uma antiga sede olímpica

 

Difícil dizer quais serão as mais disputadas no próximo verão europeu: as praias ou piscinas de Barcelona. Isso porque a capital catalã vai receber a 15.ª edição do Mundial de Esportes Aquáticos, de 19 de julho a 4 de agosto. São várias categorias de disputa (natação, nado sincronizado, polo aquático, saltos ornamentais e maratona) distribuídas em três piscinas: Palau Sant Jordi, Montjuïc e Bernat Picornell. Além delas, o agradável Port Vell foi escolhido para a realização das provas de águas abertas, e os visitantes podem conferir tudo do Mall de la Fusa, o modernoso deque, símbolo da Barcelona olímpica.

 

Na onda das festividades de fim de ano, o comitê organizador lançou campanha para divulgar ingressos populares para a competição, com preços começando em 9 euros (R$ 25) e ainda disponíveis no bcn2013.com. / B.T.

 

 

'Maratunismo', um estilo de correr e viajar

 

Uma maratona ou meia. Para bom corredor, o importante é gastar a sola do tênis. E, se possível, também praticar o ‘maraturismo’, conhecendo as cidades por meio de corridas de rua.

 

Após ter sido cancelada em 2012 em razão da tempestade Sandy, a Maratona de Nova York já está com inscrições abertas para a edição deste ano, em 3 de novembro. Berlim recebe sua prova em 29 de setembro – há vagas (bmw-berlin-marathon.com). Em abril, a Maratona de Paris é ótima pedida para ver a Cidade Luz por ângulos nada convencionais: a TAM Viagens oferece pacotes de quatro noites com aéreo a partir de R$ 5.767, Outras operadoras especializadas garantem transporte, estadia e inscrições nas provas, como Kamel, Chamonix e X-Travel./ F.M.

 

 

O Kremlin como cenário do atletismo

 

Já na reta final das reformas, todo o Estádio Luzhniki, em Moscou, estará de cara nova para receber o Mundial de Atletismo, de 10 a 18 de agosto – o mesmo complexo abrigou os Jogos Olímpicos de 1980. Taí uma oportunidade para ver o mito jamaicano Usain Bolt, seu compatriota Yohan Blake (atual campeão dos 100 metros), os valentes brasileiros que ainda disputam vagas, além de outros atletas de 212 países exibindo velocidade e força nas mais variadas modalidades.Há ingressos para todos os bolsos: de 150 até 30 mil rublos (de R$ 10 a R$ 14.400) à venda no site mos2013.org/en.

 

Marcos tradicionais da capital russa, como o Kremlin e a orla do Rio Moskva, também vão participar da competição: eles estão no caminho do percurso definido para a prova das maratonas masculina e feminina. / B.T.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.