Paixão por festas e áreas 'VVVip'

Liming - ou seja, cair na balada - é esporte tradicional em Trinidad. O centro da vida noturna é a Ariapita Avenue, em Woodbrook, repleta de bares, lounges e agito. No Stumblin (stumblintt.com), que tem uma área descoberta, a bebida mais pedida é uísque com rum Angostura.

O Estado de S.Paulo

17 Janeiro 2012 | 03h08

Os festeiros de "Trini" amam áreas vip - sem mencionar as VVip (para gente muito, muito importante) e as VVVip (para gente muito, muito, muito importante). Veja quão alto você pode chegar nessa cadeia negociando passar pelas cordas do popular 51 Degrees (51degrees.biz). Soca e performances ao vivo de estrelas caribenhas fazem os clientes dançarem até o amanhecer. Durante o carnaval (na mesma época do nosso), é comum ver frequentadores com abadás de grupos locais. Entre os mais populares, Island People (islandpeoplemas.com) e Tribe (carnivaltribe.com) têm a camiseta esgotada minutos depois de serem colocadas à venda.

Para algo mais refinado, vá ao More Sushi (23 O'Connor St.), que serve rolinhos como o Iron Chef, com salada de caranguejo envolta em salmão (88 dólares de Trinidad e Tobago ou R$ 24) e o Suzie Veggie (68 dólares locais ou R$ 18), com banana e molho de abacaxi. Outra opção é o bar de vinhos Drink! (63 Rosalino St.), com carta de vinhos extensa e trilha sonora tão eclética quanto a clientela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.