Para falar à vontade no navio

Celulares funcionam até em alto-mar - com preço de ligação internacional

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2009 | 03h17

E se, entre o banho de sol na piscina e a balada da noite, der vontade de matar a saudade de quem ficou em terra firme? Na maioria dos navios que navegarão pela costa brasileira durante a temporada 2009/2010 (que, aliás, começa na sexta-feira com a saída do MSC Lirica do Porto de Santos), é possível fazer chamadas do celular, mesmo em alto-mar. E a internet é um recurso à disposição nos cybercafés instalados em todas as embarcações, sem exceção.

Antes de sair usando o celular, saiba que as ligações feitas em alto-mar são cobradas como roaming internacional (veja tabela abaixo). Explica-se: para funcionar, o aparelho depende da conexão via satélite dos navios. Caso da Costa e de sua irmã mais nova, a Ibero, que estreia no nosso litoral. O serviço é operado pela TIM da Itália, país de origem das duas empresas . A vantagem é a possibilidade de fazer e receber chamadas durante a navegação. Mas as condições meteorológicas interferem na conexão e podem, eventualmente, fazer o aparelho ficar sem sinal.

Na MSC, sinal e tarifa dependem da localização do navio. E as embarcações da CVC são as únicas nas quais só é possível usar o celular quando o navio está atracado no porto. Com funcionamento idêntico ao das chamadas em terra firme e valores de tarifas locais, interurbanas ou internacionais atrelados à tabela de cada operadora de celular.

NA CABINE

O telefone da cabine é outra alternativa para o passageiro do cruzeiro fazer e receber chamadas. O sistema funciona durante a navegação e também quando o navio está parado no porto - mas, neste caso, usar o celular ou procurar um orelhão em terra firme pode representar economia de vários dólares.

A CVC cobra US$ 2, em média, pelo minuto de conversa com um número de fora do navio. Nas embarcações da Ibero, esse tipo de ligação é tarifada sempre como internacional, o que eleva seu preço. No caso da MSC, é preciso contatar a telefonista e fornecer o número a ser chamado para completar uma ligação externa. Exorbitantes US$ 18 o minuto é o valor cobrado pela Royal Caribbean.

CYBERCAFÉS

Os cybercafés já fazem parte da infraestrutura dos navios tanto quanto a piscina (veja detalhes abaixo). E, na maioria das embarcações, são a opção exclusiva para navegar na web. Por enquanto, MSC e Royal Caribbean são as únicas na costa brasileira a ter conexão Wi-Fi para laptops e smartphones.

QUANTO CUSTA

COSTA

Celular: os navios têm cobertura da TIM, que cobra tarifa internacional. No plano pré-pago, cada minuto de ligação custa R$ 6,49. Para fazer chamadas em alto-mar, é necessário discar o código do país (55, no caso do Brasil) e da cidade (11, por exemplo, de São Paulo). Com a embarcação atracada, cobra-se o valor da

ligação local ou interurbana Internet: há internet café em todos os navios. Cada minuto de conexão custa US$ 0,50. Os navios não têm rede Wi-Fi, o que impossibilita a conexão via laptop e smartphone pessoal

CVC

Celular: só pode ser usado quando o navio está parado no porto, com tarifas comuns de ligações interurbanas feitas a partir de aparelhos móveis - cada operadora tem a sua própria tabela de valores. Não há sinal em alto-mar

Internet: nas lan houses das embarcações, o passageiro paga US$ 25 para ter direito a 88 minutos de navegação na web. Não há rede Wi-Fi nem possibilidade de conexão por meio de equipamentos pessoais

IBERO

Celular: o sinal captado é da TIM-Itália, país de origem da empresa, com tarifas a partir de R$ 6,49 o minuto. Para completar a chamada, é preciso discar código do país e da cidade. A vantagem é que o sistema funciona em alto-mar

Internet: os navios contam com business center. Na Europa, são cobrados 10 por hora de navegação. O valor da tarifa no Brasil ainda está em estudo

MSC

Celular: a empresa não informa preços porque o custo da ligação varia com a operadora e os valores são considerados a partir da localização do navio

Internet: há lan house e rede Wi-Fi para laptop, mas a empresa não divulgou os valores

ROYAL CARIBBEAN

Celular: o custo da ligação depende do plano de minutos do viajante com a operadora

Internet: US$ 0,50, em média, o minuto de conexão Wi-Fi. A empresa não divulgou a tarifa do business center.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.