1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Passo-a-passo para tirar proveito das milhas aéreas

Mônica Nóbrega - O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2008 | 02h 42

Conheça os detalhes para usar bem seu programa de fidelidade e conquistar o tão sonhado bilhete grátis

Diante da variedade de programas de milhas aéreas no mercado fica difícil saber qual é a melhor alternativa. Recentemente, Gol e TAM anunciaram novidades no setor. Cartões de crédito também concedem bônus para serem trocados por viagens de avião (leia mais na página ao lado), o que aumenta as opções - e a salada de regras. Sem um programa de prêmios para passageiros freqüentes desde que iniciou operações no Brasil, a Gol acaba de incorporar o Smiles, antes exclusivo da Varig. Desde o dia 15 é possível trocar milhas por passagens da empresa - mas clientes antigos devem fazer o recadastramento no site para manter benefícios já adquiridos. A TAM foi aceita na aliança internacional Star Alliance. A integração será concluída entre outubro de 2009 e abril de 2010. Só então o cartão Fidelidade TAM dará acesso a facilidades como 800 salas vip em aeroportos e intercâmbio de milhas com outras aéreas. Mas a parceria com o programa de milhagens da Lan será mantida. ALIANÇAS A inscrição nos programas de fidelidade é gratuita. Mas lembre-se que vale a pena concentrar viagens em uma única empresa. Se for necessário usar outra, prefira as que fazem parte da mesma aliança internacional - Star Alliance, com 21 aéreas, Sky Team, com 14, e One World, com 9, são as maiores. Assim, você garante o direito de trocar milhas de uma companhia por bilhetes de outra. Como restrições, a maioria delas não aceita combinar os pontos de dois ou mais programas para emitir uma passagem, a não ser entre empresas do mesmo grupo, como Gol e Varig ou Air France e KLM. Também não permitem juntar pontos de titulares diferentes. Mas você pode emitir uma passagem para terceiros usando as suas milhas. Como regra, cada milha voada dá direito a um ponto-bônus. Bilhetes promocionais rendem menos e as classes superiores premiam o viajante com mais pontos. Quanto mais viaja, mais vip o passageiro se torna, o que também garante maior pontuação por trecho voado. Para se ter uma idéia, o passageiro precisa pagar a partir de 14 pontes aéreas São Paulo-Rio para ganhar a primeira cortesia (considerando o resgate mais fácil, da TAM, com 3 mil milhas). E na hora do resgate do prêmio, antecedência é fundamental: as empresas não divulgam, mas há limite de assentos-prêmio por aeronave. E muitas não aceitam milhas na alta temporada. SAIBA MAIS SMILES (GOL E VARIG) Pontos: na classe econômica, cada milha voada corresponde a 1 ponto. Na Comfort, há um bônus de 25% sobre o total acumulado no trecho Inscrição: grátis Validade dos pontos: 3 anos Prêmio mais fácil: 10 mil milhas dão direito a uma passagem para qualquer trecho nacional ou na América do Sul Site: www.smiles.com.br FIDELIDADE TAM Pontos: cada trecho é convertido em pontos em um porcentual que varia entre 20% e 150% do total de milhas voadas, dependendo da classe do bilhete. Em compras com o cartão de crédito TAM, cada R$ 1 gasto vale 1,33 ponto Inscrição: grátis Validade dos pontos: 2 anos Prêmio mais fácil: com um crédito de a partir de 3 mil pontos o passageiro pode resgatar uma passagem nacional Site: www.tam.com.br ALIANÇAS INTERNACIONAIS O que são: grupos que reúnem companhias aéreas de diversas nacionalidades. As maiores são Star Alliance (com 21 empresas), Sky Team (14) e One World (9) Programas de milhas: as alianças não têm cartão de fidelidade próprio. Para desfrutar dos benefícios, o passageiro deve se inscrever em uma ou mais empresas do grupo Benefícios: atendimento prioritário, salas vip, intercâmbio de milhas e outros Sites: www.staralliance.com, www.skyteam.com e www.oneworld.com

  • Tags: