Pode usar o cartão de crédito. Sem culpa

Está aberta a temporada das tentadoras liquidações do Hemisfério Norte, com [br]descontos de até 60%. E também das filas, do corre-corre, das lojas cheias...

O Estado de S.Paulo

13 Julho 2010 | 02h32

A cena se repete a cada começo de julho: vitrines repaginadas expõem cartazes enormes anunciando descontos para lá de tentadores, enquanto o corre-corre se instala no interior das lojas. As megaliquidações de verão do Hemisfério Norte são a segunda grande chance de consumidores de plantão - e turistas que estiverem por lá - levarem para casa roupas, sapatos e acessórios com preços reduzidos em até 80%.

Na Espanha, as rebajas, são oficiais e têm até data marcada para começar: 1.º de julho - quem antecipa é castigado com uma multa. A queima de estoque termina no fim de agosto.

Nesta temporada, a loja de departamento El Corte Inglés anunciou descontos de até 50%, inclusive nos produtos de grifes, e já se transformou em um formigueiro humano. ,

Alguns estabelecimentos começaram com promoções mais modestas. Na Zara, os preços de etiqueta caíram de 20% a 40%. A loja promete diminuir os preços ainda mais dentro de três a quatro semanas. Outras, como a Mango, já largaram com liquidações irresistíveis de 70%.

Oui, madame. Os soldes franceses - pechinchas, em bom português - começaram em 30 de junho e seguem até 3 de agosto. É quase impossível não deixar alguns euros nas famosas Galerias Lafayette ou na Printemps, em Paris, que prometem roupas, acessórios e perfumes de grifes internacionais como Kenzo, Dolce & Gabbana e Calvin Klein pela metade do preço.

Já as lojas que se espalham pela Avenida Montaigne e pela Rua Saint Germain - incluindo as de alta costura - participam da "festa" com descontos de até 60% em produtos de todo tipo. Mais: shoppingbyparis.com.

Quem percorre toda a Regent Street, em Londres, simplesmente admirando as vitrines pode terminar o passeio com uma sacola na mão. Até o fim do mês é possível encontrar excelentes barganhas. Lacoste, Calvin Klein e Banana Republic têm itens com descontos de 10% a 50%. Descoladas peças de moda feminina saem pela metade do preço na Anthropologie - atenção para os vestidos de verão. Ou encare a multidão nas mais populares, como a H&M, com blusinhas a 7 libras (R$ 19). Já a Top Shop pretende começar sua megaliquidação no fim de julho. Mais: regentstreetonline.com.

On sale. Itens da estação passada já estão com preços convidativos nas grandes vitrines de Nova York. Na Macy"s e na Bloomingdale"s, os descontos chegam a 60% e dá para encontrar peças de roupas e sapatos de estilistas de renome - o que requer disposição e altas doses de paciência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.