Poltronas disputadas, taxa extra na reserva

Poltronas disputadas, taxa extra na reserva

Não adianta correr para fazer o check-in: lugares mais espaçosos (e concorridos) da classe econômica viraram alvo de cobrança também voos domésticos

Mônica Cardoso,

22 Setembro 2010 | 07h00

Vira de um lado. Do outro. Estica, cruza, descruza as pernas. Não, você não cresceu desde que embarcou no avião. É apenas mais uma vítima do reduzido espaço entre poltronas da classe econômica. Não à toa, os assentos da primeira fileira e aqueles localizados junto às saídas de emergência, que garantem preciosos centímetros a mais, são disputadíssimos.

Entra aqui a lei da oferta e da procura, aplicada pelas empresas aéreas. Se todos querem, por que não cobrar taxa extra pelos lugares? A prática já é comum no exterior. No Brasil, a TAM acaba de instituir a tarifa nos voos domésticos. Já a Azul aplica cobrança semelhante desde o surgimento da empresa, em 2008.

Das nacionais, Gol, Avianca e Webjet não cobram pela reserva das melhores poltronas. Idosos, deficientes físicos e passageiros com bebês têm preferência. Na ausência, leva a melhor quem chega primeiro.

Veja como funciona a taxa em empresas que voam pelo Brasil.

TAM

www.tam.com.br

A taxa pela reserva das poltronas da primeira fileira e ao lado das saídas de emergência está em teste. A partir do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, paga-se R$ 10 a mais nos voos para Curitiba; R$ 20 para Florianópolis; R$ 25 para Porto Alegre; R$ 30 para Natal; R$ 35 para Brasília e R$ 40 para Fortaleza. Gestantes, passageiros com bebês, idosos e deficientes não pagam. Nos voos internacionais, as poltronas com mais espaço custam US$ 30 para a América do Sul, US$ 50 para a América do Norte e US$ 70 para a Europa.

Azul

www.voeazul.com.br

A primeira fileira está reservada a passageiros com bebês, idosos e deficientes, gratuitamente. Há outros 14 lugares, entre as filas 2 e 5, com configuração especial, que aumenta de 79 para 86 centímetros a distância entre poltronas. Nestas, a reserva custa R$ 20, além do preço da passagem, e pode ser feita no momento da compra ou no check-in.

KLM

www.klm.com.br

Nos voos para a Europa, os sete assentos da primeira fileira da econômica custam 130 além do valor do bilhete. Nas saídas de emergência, 70. Pessoas com criança de colo, idosos e deficientes não pagam. A reserva pode ser feita pela internet ou no check-in online.

Air France

www.airfrance.com.br

A taxa varia com o tempo de viagem. Nos voos de até 9 horas, paga-se 50 a mais pelos lugares da primeira fileira e ao lado das portas de segurança. Para viagens com duração maior, 70.

British Airways

www.britishairways.com

Os assentos da primeira fileira nunca aparecem como disponíveis na reserva porque são oferecidos prioritariamente a passageiros com mobilidade reduzida. Os demais, incluindo idosos e mães com crianças de 2 a 11 anos, pagam taxa adicional de US$ 30 se quiserem sentar ali. Na executiva, o preço sobe para US$ 90.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.