Viagem

Proteja seus dados nas compras em sites e aplicativos

Se a economia compartilhada só se tornou algo possível por causa da tecnologia digital, vale lembrar que segurança da informação pode ser um problema. Veja como manter seus dados seguros

29/09/2015 | 05h00    

Mônica Nóbrega - O Estado de S. Paulo

Dê preferência para plataformas que possuem avaliações

Dê preferência para plataformas que possuem avaliações Foto: José Luis da Conceição

Se a economia compartilhada só se tornou algo possível e corriqueiro por causa da tecnologia digital que ampliou a comunicação em rede, vale a pena lembrar que a segurança da informação ainda é a variável complicada dessa equação. Para fechar negócio, o turista fornece seus dados pessoais e financeiros a um site ou aplicativo de origens as mais diversas, que podem, sem querer, abrir as portas a fraudes.

O pesquisador de comunicação nas redes digitais Rodolfo Avelino informa que os smartphones são hoje os principais alvos de malwares, softwares maliciosos que roubam informação. "São os equipamentos de acesso à internet mais vendidos no mundo e, para os fraudadores, têm a vantagem de estarem conectados todo o tempo", diz Avelino, que também é um dos coordenadores da ONG Actantes, que desenvolve estudos e ações voltados à comunicação livre nas redes digitais.

"Os celulares são desprotegidos", diz o pesquisador. "Quase ninguém se preocupa em instalar neles softwares de segurança como em geral se faz com os computadores." Não há como garantir segurança absoluta, mas você pode, sim, tentar fazer o radar dos fraudadores passar longe dos seus dados.

Referência

Como quase tudo na vida, aquilo que um amigo já experimentou e recomenda tem mais chance de ser confiável. Evite espalhar seus dados por aí e prefira plataformas digitais com algum histórico de bons serviços prestados. Os sites sérios costumam apresentar uma aba explicativa sobre as providências de segurança que adotam.

Cadeado

Na web, a conexão segura é evidenciada pelo ícone de um cadeado no canto inferior direito da tela do navegador ou à esquerda na barra de endereços, ou pela código https antes do endereço do site. O que significa que os dados do internauta são criptografados durante a transmissão entre servidores, o que evita que sejam interceptados em trânsito.

App na loja

Identificar plataformas digitais seguras é mais difícil nos dispositivos móveis, que não mostram cadeado nem o código https. Não clique em links fornecidos por sites ou por terceiros para baixar um aplicativo. Prefira entrar na loja de apps e fazer o download a partir dela. "Hoje, os produtos nas lojas oficiais são verificados pelas equipes das empresas, o que reduz a chance de fraudes", diz Rodoflo Avelino. Atualize sempre o sistema operacional (iOS, Android etc) - a mesma recomendação vale para o computador.

Sintomas

Navegação lenta demais e janelas que pulam na tela sem serem chamadas são sinais de dispositivo infectado, diz Rodolfo Avelino. Não digite nenhum dado - e procure um antivírus imediatamente.