Mônica Nóbrega/AE
Mônica Nóbrega/AE

Quarto, barco e outras pernoites alternativas

Seja pelos preços ou pelo modelo de serviço, nem sempre a hotelaria tradicional tem o que um viajante desacompanhado procura. Considerar outras alternativas de hospedagem pode reservar excelentes surpresas - e uma bem-vinda economia.

O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2012 | 03h09

Não, ninguém aqui vai falar (muito) em hostel. Embora seja ótima opção, com cada vez mais exemplares de design caprichado e quartos individuais por preços equivalentes, em média, a 60% dos de um hotel sem graça. A rede HostelWorld.com, uma das maiores do mundo, faz entre sua comunidade de internautas uma votação anual dos melhores hostels do planeta, o Hoscars. Rica fonte de pesquisa.

Mas ok, você ainda acha que em hostel só dá jovenzinho e não quer arriscar. Seja feita a sua vontade: há bons sites dedicados a outros tipos de hospedagem alternativa. Testados e aprovados, recomendo três.

O ótimo Airbnb.com.br começou com aluguel de apartamentos e hoje tem de tudo: cama e café, quarto, barco, castelo, casa na árvore. E preços para todos os bolsos. Em tais lugares, costuma não fazer diferença para o proprietário quantas pessoas ficarão hospedadas, desde que não se ultrapasse o número máximo. O valor da diária é um só.

O Airbnb é um porto seguro e eficiente. Mas anda meio lotado. Para uma estada de 10 dias em Nova York, em junho, pesquisei hospedagem no Airbnb durante uma semana. Duas dezenas de "infelizmente, o quarto está ocupado nas suas datas" depois, desisti e fui para o Homeaway.com, outro gigante com milhares de opções, e, ao que parece, tráfego menos intenso. Ali, em dois dias consegui meu canto - este aí da foto, a US$ 180 a diária.

Apesar de ter menos opções, foi o iStopOver.com que resolveu minha hospedagem em Budapeste. O site é vantajoso para encontrar ofertas para grandes eventos, como a Olimpíada de Londres, que teve sessão especial na página.

Se acha que vai sentir falta dos serviços de um hotel, você pode começar por um quarto em casa de morador. Há quem ofereça café da manhã e limpeza por uma pequena taxa extra. Concierge? Como regra, os anfitriões são atenciosos e cheios de dicas. / M.N.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.