Daniel Etter/The New York Times
Daniel Etter/The New York Times

Quer Berlim eletrônica ou cervejeira?

Artistas e descolados povoam bares e casas noturnas em bairros boêmios de Berlim, como Kreuzberg e Friedrichschain. A capital alemã é conhecida pela intensa produção de música eletrônica. Entre as baladas procuradas estão a Berghain (berghain.de), montada numa antiga usina elétrica, e a Watergate (water-gate.de), que combina DJs famosos com a visão do Rio Spree.

Lygia Rebello, Especial para O Estado

29 Outubro 2015 | 03h00

Shows animam a multidão na festa de réveillon, em frente ao Portão de Brandemburgo, com barracas de comida e bebida. O inverno na capital alemã é marcado por festivais. O Tanztage Berlin (tanztage.de), de dança contemporânea, vai de 1º a 17 de janeiro. Em fevereiro, o Berlinale (berlinale.de), Festival Internacional de Cinema de Berlim, é o foco entre os dias 11 e 21.

Nos últimos anos, a cidade também vem sendo procurada por cervejeiros, de olho em sua produção artesanal. Criada em 2005, a Brewbaker (brewbaker.de) foi uma das primeiras microcervejarias a chamar atenção dos apreciadores. Desde 2008, o pub Hops & Barley (hopsandbarley-berlin.de) funciona em um antigo açougue em Friedrichshain.

Não vá embora sem juntar toda a galera em uma das tantas cabines de fotos instantâneas espalhadas na cidade, as photoautomaten, e registrar essa viagem inesquecível.

Mais conteúdo sobre:
Férias Verão 2016 viagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.