Viagem

Refúgio de águas calmas

19/04/2011 | 07h00    

Fabiana Caso - O Estado de S. Paulo

Porto Belo: destino de famílias            Foto: André Balestra/Divulgação

 

O mar verde justifica o nome da próxima parada: Costa Esmeralda. Ao todo, 30 praias se espalham por 20 quilômetros entre os municípios de Porto Belo, Bombinhas e Itapema. Comece o reconhecimento pegando a íngreme estrada de acesso à praia da Tainha e vá até o Mirante Eco 360º (R$ 2). Sensacional, a vista faz jus ao nome: de um lado, avistam-se as praias de Mariscal, a mais extensa, Canto Grande até Quatro Ilhas; de outro, está a baía de Zimbros. A imagem é a de uma enorme lagoa plácida e sem ondas - a pintura se completa com casinhas coloridas, numa vista de tirar o fôlego.

 

Lá embaixo, a pedida pode ser estirar-se na areia e curtir as águas calmas da baía, mergulhar ou pegar uma trilha rumo a praias mais tranquilas.

 

Por ali, você vai perceber, impera o clima familiar. Porto Belo conserva traços de vila de pescadores, enquanto Itapema é mais urbana. Já Bombinhas ostenta as belezas de um santuário ecológico, com a Reserva Biológica do Arvoredo e pontos perfeitos para ver o fundo do mar. Antigo refúgio de piratas ingleses e holandeses, foi assim batizada por causa do barulho das ondas que batiam nas pedras.

 

Comer

Peça a Lula do Loy na Tatuíra Petisqueira (tatuirapetisqueira.com.br), na Baía do Canto Grande, em Bombinhas. Saboroso, o prato leva azeite e especiarias (R$ 42, para duas pessoas). No fim da tarde, um belo pôr do sol coroa a refeição à beira-mar.

 

Dormir

As três cidades têm grande variedade de hospedagem: de pousadas a grandes hotéis (alguns só funcionam na alta temporada). O Vila do Coral (viladocoral.com.br), em Bombinhas, é boa opção.

 

Badalar