Réveillon em conta na praia? Pense em Salvador

Assustado com as diárias de 800 ou mil reais para a virada do ano em pousadas de médio padrão em praias badaladas? O segredo de não ir à falência no Réveillon é procurar nas capitais nordestinas. E entre elas, a mais em conta, pasme, é Salvador. Os hotéis de Salvador sofrem com a concorrência dos resorts logo ao norte do aeroporto e também com o fato de que o pico da procura na cidade é no Carnaval. Por isso você encontra quatro-estrelas bem-localizados, como o Golden Tulip Rio Vermelho, com tarifa abaixo de R$ 300 na semana da virada. Mesmo um cinco-estrelas como o Pestana Bahia está com diárias abaixo de R$ 500. Janeiro também é uma época excelente para passar em Salvador: a cidade já está em festa, mas ainda sem as multidões (nem os preços altos) do Carnaval.

Ricardo Freire,

12 Outubro 2012 | 16h14

Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com.

Quero visitar a cidade onde meu pai nasceu: Alcolea, no sul da Espanha. Como chego lá, desembarcando em Madri? (Neide, São Paulo)

Como você deve saber, a terra do seu pai é um vilarejo da Alpujarra, a cadeia de montanhas onde está  Sierra Nevada. O mais prático é comprar o aéreo até Almería, a capital da província; há quatro voos diários de Madri (1h). De trem há dois horários diretos (seis horas). De Almería a Alcolea são 70 km. Há dois horários diários de ônibus, às 8h30 e 14h30; a viagem leva 2h15.

Qual a melhor época para ir à Terra Santa? Poderia sugerir um roteiro -- e um lugar para passar na volta? (Maria Lúcia, São Paulo)

A meia-estação é ideal: abril/maio ou outubro/novembro. Tente combinar Israel com Jordânia. Fique quatro noites em Jerusalém (com bate-voltas contratados localmente), uma noite em Tel Aviv, então voe a Amã com traslado a Petra. Encerre com descanso num resort do Mar Morto jordaniano. Roma, Paris ou Londres dão uma ótima escala de três ou quatro dias na volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.