Réveillon em conta na praia? Pense em Salvador

Assustado com as diárias de 800 ou mil reais para a virada do ano em pousadas de médio padrão em praias badaladas? O segredo de não ir à falência no Réveillon é procurar nas capitais nordestinas. E entre elas, a mais em conta, pasme, é Salvador. Os hotéis de Salvador sofrem com a concorrência dos resorts logo ao norte do aeroporto e também com o fato de que o pico da procura na cidade é no Carnaval. Por isso você encontra quatro-estrelas bem-localizados, como o Golden Tulip Rio Vermelho, com tarifa abaixo de R$ 300 na semana da virada. Mesmo um cinco-estrelas como o Pestana Bahia está com diárias abaixo de R$ 500. Janeiro também é uma época excelente para passar em Salvador: a cidade já está em festa, mas ainda sem as multidões (nem os preços altos) do Carnaval.

Ricardo Freire,

12 Outubro 2012 | 16h14

Acompanhe o caminho do colunista em viajenaviagem.com.

Quero visitar a cidade onde meu pai nasceu: Alcolea, no sul da Espanha. Como chego lá, desembarcando em Madri? (Neide, São Paulo)

Como você deve saber, a terra do seu pai é um vilarejo da Alpujarra, a cadeia de montanhas onde está  Sierra Nevada. O mais prático é comprar o aéreo até Almería, a capital da província; há quatro voos diários de Madri (1h). De trem há dois horários diretos (seis horas). De Almería a Alcolea são 70 km. Há dois horários diários de ônibus, às 8h30 e 14h30; a viagem leva 2h15.

Qual a melhor época para ir à Terra Santa? Poderia sugerir um roteiro -- e um lugar para passar na volta? (Maria Lúcia, São Paulo)

A meia-estação é ideal: abril/maio ou outubro/novembro. Tente combinar Israel com Jordânia. Fique quatro noites em Jerusalém (com bate-voltas contratados localmente), uma noite em Tel Aviv, então voe a Amã com traslado a Petra. Encerre com descanso num resort do Mar Morto jordaniano. Roma, Paris ou Londres dão uma ótima escala de três ou quatro dias na volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.