Divulgação
Divulgação

Siga os passos de Einstein em um tour por Berna

Foi na capital suíça que o físico criou sua teoria da relatividade

Natália Mazzoni, O Estado de S.Paulo

20 Setembro 2016 | 00h05

Berna faz parte da história do conhecimento humano. Foi na cidade que, em 1905, Albert Einstein formulou a sua Teoria da Relatividade. Estabeleceu que a energia de um corpo corresponde à sua massa multiplicada pela velocidade da luz ao quadrado – e alterou os rumos da ciência. 

O físico nasceu em Ulm, na Alemanha, em 1879, mas se mudou para a Suíça aos 16 anos. Em Zurique, estudou no Instituto Federal de Tecnologia e, em fevereiro de 1902, mudou-se para Berna. Na ocasião em que escreveu a equação que mudou a forma como entendemos o universo, vivia na Rua Kramgasse, 49. O lugar ainda guarda móveis originais da época e está aberto a visitas; a entrada custa 6 francos suíços (R$ 20). 

A casa de Einstein é apenas um dos pontos do roteiro que segue os passos do físico em Berna. Saindo do apartamento, caminhe cerca de 200 metros para a esquerda e encontre o relógio onde Einstein via as horas todas as manhãs antes de ir ao trabalho. Trata-se da Zytglogge, ou Torre do Relógio, um dos símbolos da capital. Erguida no século 13, a construção fazia parte dos muros que protegiam a cidade nos tempos medievais. Depois de um incêndio em 1405, foi substituída pela atual, de arenito. A cada hora cheia, turistas se aglomeram para observar as figuras que se movem ao som dos sinos. Visitas guiadas levam ao interior da torre (15 francos suíços, R$ 51, todos os dias às 14h30; reserve em bern.com), onde é possível conhecer o mecanismo do relógio que funciona sem parar há mais de 500 anos.

De lá, siga para o Museu Einstein (Helvetiapl. 5, 3.005, entrada 18 francos suíços, R$ 60) para se aprofundar mais nessa história. Na instalação que recebe os visitantes, uma representação de como funcionava o cérebro do físico, com escadas em diferentes direções e projeções de imagem. No passeio pelas salas, papéis originais com a assinatura de Einstein, a foto do anuário da escola onde ele é a única criança a sorrir, seu passaporte original e muitos outros registros de sua existência brilhante.

Depois desse mergulho histórico, termine a tarde em uma das mesas do Harmonie (Hotelgasse 3, 3.011), bar e restaurante onde Einstein se encontrava com os amigos. Entre um gole e outro, quem sabe, você também não tem uma ideia genial.

Mais conteúdo sobre:
Teoria da Relatividade Alemanha Suíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.