Felipe Mortara/Estadão
Felipe Mortara/Estadão

Snorkel para ver de perto peixes e tartarugas

Há dois anos estive no Parque Marinho do Recife de Fora, em Porto Seguro, e fiquei triste com o que vi. Uma bagunça generalizada de escunas, centenas de turistas sem orientação e, literalmente, um mar de corais depredados - afinal, o passeio consiste em caminhar sobre este frágil ecossistema. A experiência me deixou com receio do que encontraria no Recife de Timbebas, a 50 minutos de navegação desde Prado, já na área do Parque Nacional Marinho de Abrolhos.

O Estado de S.Paulo

12 Março 2013 | 02h11

Mas foi diferente. Eram apenas duas as escunas ancoradas na parte abrigada da barreira de corais, que flutuavam sobre um mar verde translúcido.

Com água na cintura, máscara e snorkel no rosto, a maior parte dos turistas se divertia explorando os ainda belos corais da plácida piscina natural. Os peixes coloridos - borboleta, papagaio (budião) e frade-real - são, em sua maioria, espécies raras de serem encontradas em nosso litoral. Uma espirituosa tartaruga brincou de esconde-esconde comigo por quase uma hora e, no fim, fiquei sem uma foto decente.

No entanto, o que me deixou chateado foi perceber que as escunas emprestavam sapatilhas especiais para os visitantes andarem - e destruírem, ainda que sem querer - por uma centena de metros sobre os corais. Caminhada desnecessária, diga-se de passagem, já que a grande beleza do lugar está submersa. A administração do parque poderia orientar os barqueiros a esse respeito.

Entre julho e outubro, a região mostra porque é chamada de Costa das Baleias. Centenas de jubartes percorrem um longo trajeto desde a Antártida para acasalar e dar à luz em águas mais quentes. De Prado saem barcos para avistar as gigantes por toda a costa - elas não se restringem às principais ilhas de Abrolhos. A Escuna Sereia Guaratiba (escunasereiadeguaratiba.blogspot.com.br) oferece ambos os passeios por R$ 90. / F.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.