Temporada de 'sales' mundo afora

Grandes redes de lojas do mundo todo começam o ano com descontos inacreditáveis

O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2009 | 03h12

Se você achava impossível voltar de Londres, Paris ou Nova York com as malas cheias, corra: a hora de comprar é agora. As megalojas nas principais metrópoles do mundo estão com descontos inacreditáveis. Vista o sapato mais confortável e perca o juízo   Madri das 'rebajas' As tradicionais rebajas prometem lotar as lojas madrilenhas até o fim do mês. As marcas anunciam a melhor campanha de descontos do século e baixam o valor dos produtos em até 70%. A megaloja de departamento El Corte Inglés é a mais disputada por moradores e turistas. Uma dica: guarde disposição para os últimos dias de promoção, quando as peças que sobram passam a custar de 80% a 90% do preço original. Barganhas em Paris A temporada de soldes segue até fevereiro nas ruas de comércio da cidade. Roupas, acessórios e até vinho e champanhe estão com os valores lá embaixo. Vá direto às lojas de departamento: Galeries Lafayette, Le Bon Marché e Printemps, por exemplo, dão descontos de 30% a 50%. Só não espere por barganhas na grife Louis Vuitton. A Hermès nunca reduz preços nas butiques, mas promete fazer um bazar, entre os dias 28 e 31, com parte da coleção (menos as bolsas). Informações: www.shoppingbyparis.com. Londres: 70% off Impossível não ser hipnotizado pelas vitrines da Oxford Street e de outras regiões comerciais como West End, Covent Garden e Westfield. Nesta época do ano, Londres se torna uma das melhores cidades do mundo para encontrar verdadeiras barganhas. A maioria das lojas dá descontos de 50% a 70%. Na famosa Harrods, em Knightsbridge, tudo mesmo, de roupas a móveis, segue com o preço reduzido até dia 24. Tóquio em liquidação Ginza, o bairro mais fashion (e caro) da capital japonesa, está em liquidação. Milhares de consumidores disputam cada metro quadrado da via Chuo Dori, onde estão grifes como Chanel e Prada, além das lojas de departamento Takashimaya (www.takashimaya.co.jp), Matsuya (www.matsuya.com), Mitsukoshi (www.mitsukoshi.co.jp) e Matsuzakaya (www.matsuzakaya.co.jp). Janeiro e fevereiro são os únicos meses do ano em que os preços realmente despencam - os descontos começam em 50%. Neste ano ainda mais, por causa da queda nas vendas provocada pela crise econômica mundial. NY com desconto Difícil decidir para que lado correr. Macy's, Bloomingdale's, Century 21 e Filene's Basement, por exemplo, dão até 60% de desconto em roupas e acessórios. Imagine chegar na Victoria's Secret e achar lingeries 60% mais baratas. Ou fuçar e fuçar na Barneys até encontrar um jeans Marc Jacobs por apenas US$ 70. Nunca pensou em entrar na Moschino? Pois saiba que até dia 31 as coleções do outono de 2008 custam 60% a menos. Dubai, paraíso das compras No paraíso das compras, o evento mais esperado do ano só poderia ser o Dubai Shopping Festival. A partir de quinta-feira - e até 15 de fevereiro - 2.300 lojas nos shoppings centers e também nos souks entram em promoção. Prepare-se para encher as malas com roupas, eletrônicos, especiarias e, quem sabe, joias. Para completar a festa, Dubai terá durante esse período atividades como queima de fogos e shows de música.

Mais conteúdo sobre:
liquidação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.