Toques de cultura local

Depois das primeiras horas em Curaçau você vai notar que está na mais distinta ilha caribenha. Há praias igualmente belas, mas são poucas e pequeninas. É claro que o mergulho no mar esverdeado estará no seu roteiro. Mas é no charmoso centro histórico da capital Willemstad que você vai gastar boas horas do seu dia.

O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2011 | 03h07

Dividida, de um lado está Punda, as coloridas casinhas holandesas - Patrimônios da Unesco desde 1997 -, os casarões da rua Scharloo, o mercado público e a sinagoga. Do outro, fica Otrobanda, o Museu da Escravidão e o Forte Rif, recentemente revitalizado, com novo terminal de cruzeiros e o Hotel Renaissance.

Autônoma desde 1954, mas ainda parte do reino da Holanda, a ilha tem como idiomas oficiais o holandês e o papiamento, assim como Aruba. A mescla cultural também está na gastronomia. Ingredientes nada convencionais, como carne de iguana, sopa de cactos e muito peixe compõem o cardápio do dia a dia local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.