Travessia panorâmica 1

Há várias maneiras de fazer a travessia entre as ilhas Norte e Sul. A maioria escolhe os ferries - mas também é possível optar pelo conforto de um avião. Para ganhar tempo (e curtir a paisagem), uma boa opção é cruzar o Estreito de Cook de ferry na ida e voltar a Auckland em um voo doméstico. O trajeto pelo mar dura três horas e é belíssimo, com centenas de ilhotas pelo caminho.

O Estado de S.Paulo

04 Setembro 2012 | 03h11

Os barcos contam com um deque externo, onde você pode apreciar a paisagem. O vento, contudo, exige casacos caprichados. O melhor é sair em momentos-chave, para conseguir o clique perfeito e voltar para a parte interna, com aquecimento, poltronas confortáveis, sopa quente e até uma sala de cinema. Em tempo: os ferries acomodam também automóveis. Mais: interislander.co.nz; tarifas desde 65 dólares neozelandeses (R$ 106). O desembarque é na cidade de Picton - se não quiser alugar um carro, uma alternativa é o Kiwi Trail, trem que passa por Kaikoura e Christchurch, na costa leste, até Greymouth, já no oeste.

A Ilha Sul caracteriza-se por ter temperaturas mais baixas e uma geografia mais acidentada, repleta de montanhas. As ovelhas, milhares de pontos brancos nas margens das estradas, surgem a cada minuto. / T.Q.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.