U

Útil

Adriana Moreira. Felipe Mortara e Bruna Toni, O Estado de S. Paulo

27 Janeiro 2015 | 03h00

Não pense que cachaça é água: se você investir na primeira e esquecer da segunda, certamente não conseguirá aguentar os quatro dias de folia. Além de se manter hidratado e bem alimentado, há outras dicas importantes para quem vai pular o carnaval. Quem vai atrás dos blocos deve esquecer o chinelo e vestir um tênis confortável – uma proteção a mais contra pisões no pé e água suspeita. Prefira as fantasias leves (é verão, lembra?) e roupas de cores claras. Bermudas e saias com bolsos com zíperes são melhores. 

No quesito segurança, lembre-se que multidões são ideais para mãos-leves. Evite ostentar seu smartphone e nem pense em colocá-lo no bolso de trás. Uma doleira, aquela pochete que vai dentro da roupa, é ótima para levar o essencial: identidade (de preferência, uma cópia), dinheiro (planeje antecipadamente os gastos), cartão do convênio médico e cartão do banco. Se possível, guarde o dinheiro separado do documento e leve um papel com endereço e telefone do local de hospedagem. 

Segundo o especialista em segurança Hugo Tisaka, além de evitar joias e relógios, o melhor é andar em grupo e evitar locais ermos. Ele aconselha ainda a planejar com antecedência como chegar e sair do local da festa. “Defina um ponto de encontro com os demais amigos no final do evento e as condições para o reencontro caso se separem.”

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2015

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.