Um quarteto fantástico para museus

Londres, Madri, Paris e Berlim: capitais são indicadas para quem aprecia exposições

NATHALIA MOLINA, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

29 Setembro 2011 | 03h03

Sobre uma superfície de 4 mil metros quadrados, a visão em 360 graus da antiga cidade grega de Pérgamo, com esculturas, mosaicos, instrumentos e moedas, entre outras peças. A reconstituição será vista a partir de amanhã no Pergamonmuseum, em Berlim. Pergamon - Panorama der Antiken Metropole (Pérgamo - Panorama da Antiga Metrópole) ficará em cartaz por um ano e mostrará muito das escavações em Pérgamo (atualmente no território da Turquia).

O mais importante achado é o Altar de Pérgamo, reconstruído no museu, uma das exibições mais famosas da Museumsinsel, a Ilha dos Museus. Patrimônio da Humanidade pela Unesco, a Ilha dos Museus está entre os lugares mais visitados em Berlim (visitberlin.de). Conta ainda com o Altes Museum, o Neues Museum, o Alte Nationalgalerie e o Bode-Museum. Os acervos conduzem a um passeio pela arte desde a Mesopotâmia. Segundo o Centro de Turismo Alemão, Berlim tem cerca de 200 museus.

Já em Londres (visitlondon.com) estão listados na Museums Association, organização mundial, 220 museus - entre os destaques, Tate Modern, Victoria & Albert Museum e National Gallery. Neste último estreia em 9 de novembro Leonardo da Vinci: Painter at the Court of Milan (Leonardo da Vinci: Pintor da Corte de Milão). Ao contrário das exposições que se dedicam a mostrá-lo como inventor, esta foca em sua habilidade com os pincéis. Segue em cartaz até 5 de fevereiro.

Entre os clássicos, em Madri, é imperdível ver os espanhóis Francisco Goya e Diego Velázquez no Museo del Prado. Junto com o Museo Thyssen-Bornemisza, o CaixaForum Madrid e o Museo Reina Sofía, ele forma uma linha no mapa da cidade, desenhando o Paseo del Arte.

Como é comum, a maioria dos museus de Madri (esmadrid.com) fecha às segundas. Mas fique atento se quiser ir ao Reina Sofía. Lá a pausa é na terça. Não convém deixar escapar a chance de apreciar Guernica, obra-prima de Pablo Picasso.

Picasso e outros ícones da arte mundial - entre eles, Claude Monet e Auguste Rodin - estão expostos nos museus de Paris (parisinfo.com). Há mais de 200 instituições para consulta no site oficial da cidade, entre elas o Louvre, o D'Orsay e o Centre Georges Pompidou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.