Vale o passeio

Distante cerca de 70 quilômetros da costa sul da Bahia, Abrolhos (foto) é o principal ponto de reprodução das jubartes no Atlântico sul ocidental. Entre julho e novembro, é quase certo encontrar as gigantes ali. No arquipélago ou em outros pontos da costa baiana, veja como fazer os passeios - os que contam com apoio do Instituto Baleia Jubarte incluem palestras.

O Estado de S.Paulo

18 Setembro 2012 | 03h09

1 Caravelas

A vila colonial é o ponto do continente mais próximo de Abrolhos. Há tours de 5 horas (R$ 160) a quatro dias (R$ 650, com uma pernoite). Com Apecatu e Horizonte Aberto

2 Prado

Praias e os ótimos restaurantes do Beco das Garrafas são bons motivos para ir ao povoado. Passeios para ver jubartes são feitos pela Escuna Sereia de Guaratiba (73-3298-1675; R$ 90)

3 Cumuruxatiba

A partir da vila de pescadores (que ainda preserva influências indígenas) cercada por praias de mar em geral calmo, o passeio de cerca de 5 horas é feito pelo barco Libra (73-3573-1127; R$ 70 por pessoa)

4 Itacaré

Com a Ecotrip o passeio de 4 horas custa R$ 120 por pessoa. Além de ver baleias, curta trilhas pela Mata Atlântica que levam a praias desertas como Jeribucaçu e Prainha

5 Morro de São Paulo

Da Primeira à Quarta, as praias são símbolo da ilha (a mais badalada é a Segunda). Os barcos navegam para o sul em busca das jubartes. Com a Rota Tropical (75-3652-1551; R$ 140), o tour dura 3 horas

6 Praia do Forte

Uma das pioneiras e mais bem estruturadas, tem passeios para ver baleias a R$ 155, com a Portomar e a Praia do Forte Turismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.