Vesperata de Diamantina: uma viagem ao tempo da delicadeza

Diamantina é a cidade histórica mineira que o Brasil ainda não descobriu. A culpa deve ser da geografia. Tiradentes, Ouro Preto, Congonhas (e Inhotim) estão ao sul de Belo Horizonte e podem ser combinadas numa mesma viagem. Já Diamantina fica a 300 quilômetros na direção norte, para os lados de Montes Claros.

Ricardo Freire, O Estado de S.Paulo

28 Abril 2015 | 02h06

Mas vá por mim: Diamantina vale uma viagem exclusiva. E o que é melhor: cabe redondinha num fim de semana ? desde que você escolha o fim de semana certo. Entre abril e outubro, durante dois fins de semana a cada mês, Diamantina realiza uma das festas mais bem boladas do Brasil: a Vesperata.A programação começa na sexta à noite, quando seresteiros percorrem as ruelas do centro histórico desfiando uma seleção de canções que, naquele cenário, ficam ainda mais bonitas. Entre um Carinhoso, um Chão de Estrelas e um Sonhei que Estavas tão Linda, você vai se sentir numa inusitada versão serena de um carnaval. No sábado de manhã, a estudantada e seus amigos vindos de BH se encontram no entorno do Mercado Velho, para mais música e a primeira cerveja do dia (ou a última da noite; as repúblicas sempre têm festas que varam a madrugada). Não abuse dos tira-gostos: no almoço você vai precisar experimentar um bambá do garimpo, receita de tutu com costelinha de porco, couve e angu que é preservada pelo restaurante O Garimpeiro, na Pousada do Garimpo (38-3532-1040).

Depois da (inevitável) sesta, esteja a postos antes das 20 horas para ocupar sua mesa no Largo da Quitanda. Os músicos das duas bandas da cidade logo vão aparecer nas janelas de dois casarões do lado oeste da praça. O repertório vai de Peixe Vivo (o hino da cidade) e Cálix Bento a temas clássicos do cinema americano. Duas horas de viagem ao tempo da delicadeza.

No domingo, antes de voltar, ainda dá para assistir ao coral infantil Arte Miúda numa das igrejas históricas.Reserva é fundamental. Para curtir a Vesperata, não basta escolher o fim de semana certo. É preciso também fazer reservas com antecedência, porque as pousadas lotam e as mesas do Largo da Quitanda se esgotam rápido. A pousada com a melhor localização é a Relíquias do Tempo (pousadareliquiasdotempo.com.br). Os ingressos para sábado à noite podem ser comprados online com a Minhas Gerais Turismo (minhasgerais.com). As Vesperatas de 2015 estão marcadas para os dias 16 e 30 de maio, 20 e 27 de junho, 11 e 25 de julho, 15, 22 e 29 de agosto, 19 e 26 de setembro e 3 e 17 de outubro. Ou seja: nunca em feriadões.SERESTA

Músicos percorrem o centro histórico entoando canções

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.