Morar em dois países ao mesmo tempo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Morar em dois países ao mesmo tempo

amandanoventa

08 Dezembro 2016 | 08h22

Foto: Adriana Moreira - Estadão

Foto: Adriana Moreira – Estadão

Todo ano quando chega o verão, eu me lembro da ideia de morar em dois países ao mesmo tempo. Para quem não acompanha o blog, devo explicar que gosto do frio. A vida ideal para mim seria passar seis meses durante o inverno brasileiro aqui no Brasil e os outros seis meses, quando faz calor por aqui, em outro país.

Sempre achei a ideia maluca, até que conheci Bia numa viagem a trabalho em Seychelles. Bia é uma canadense de 55 anos com a mesma profissão que a minha (produzir conteúdo de viagem); e mora metade do ano em Toronto (no verão) e a outra metade na Califórnia. Ao contrário de mim, Bia foge do inverno.

Ela não tem o green card e só pode permanecer por até seis meses nos EUA. Mas isso não faz com que Bia “acampe” na Califórnia. Ela tem uma casa, carro, amigos e a correspondência chegando por lá. Bem como em Toronto. Parece uma vida dupla, mas o que tem de errado com isso?


Já pensei onde poderia ser a minha outra metade do ano. Me sinto em casa nos EUA depois de ter morado quatro anos lá, mas talvez seja uma boa ideia experimentar novos ares.

Aí pensei na Europa, mas onde? Tem tanto país interessante e nenhum que eu tenha qualquer vínculo, nem mesmo afetivo. A Itália seria o mais próximo pela descendência e um possível passaporte italiano, mas conheço tanta gente que diz que para morar não é legal…

E cogito Toronto no Canadá que é bem centralizado geograficamente. Mas vai convencer o boy a passar o inverno em Toronto…

Tenho certeza de que Bia não complica tanto as coisas assim. Um dia ela decidiu morar na Califórnia e foi. Disse que gosta de passar as noites no deserto californiano tomando uma taça de vinho e trabalha bem nos dois países. Seu único problema: arranjou um namorado na Califórnia. Quando perguntei o que ela faria com o namoro quando tivesse que voltar para o Canadá, ela respondeu: “Não sei. Mas vou ter que ir”. Deixar de lado seu esquema de morar metade do ano em cada país? Nem pensar.

Acompanhe Amanda e o blog através do Facebook em Amanda Viaja e pelo instagram @amandanoventa

 

Posts relacionados:

O segredo de quem decide morar um tempo fora do país

O tal do subemprego morando em outro país

A vida é curta para morar num só país

Mais conteúdo sobre:

morar fora