Wifi público em Vancouver chega a 550 pontos grátis de internet

Wifi público em Vancouver chega a 550 pontos grátis de internet

Vancouver tem wifi grátis com 550 pontos. Rede pública da cidade do Canadá tem velocidade de 10 Mbps, sem registro ou uso máximo. Com a recente expansão do sistema, #VanWifi está entre os maiores da América do Norte

Nathalia Molina

05 Março 2018 | 11h53

O acesso à internet durante uma viagem já deixou de ser item de luxo. Seja pela economia na hora de se comunicar com quem ficou em casa ou pela necessidade em casos de emergência no destino, estar conectado é uma realidade para muitos viajantes. E até para moradores que maravilha é poder contar com uma rede pública pela cidade. Pois Vancouver, no Canadá, acaba de aumentar seus pontos de acesso grátis para cerca de 550.

De acordo com o Turismo de Vancouver, a velocidade da rede pública é de 10 Mbps, sem limite de uso tampouco exigências de fornecer dados pessoais para se registrar antes de se conectar. Em 2015, quando o sistema começou, eram 42 hotspots e atualmente está entre os maiores de cidades da América do Norte. Com a expansão da rede de internet livre, fica mais fácil de se localizar na cidade da província de British Columbia, de obter informações sobre suas atrações localmente e de postar suas fotos nas redes sociais.

Gastown, bairro descolado de Vancouver – Foto: Nathalia Molina

Onde há wifi grátis em Vancouver


Os pontos da #VanWiFi (nome da rede) estão em várias partes da cidade, no centro e em bairros como o lindinho Gastown. Na Robson Street, rua indicada para compras fora de shoppings, pela grande concentração de lojas, os hotspots se sucedem da Burrard Street até a Denman Street. Perpendicular à Robson, a Granville Street tem pontos espalhados por quase toda a rua, até o trecho em que ela cruza com a Drake Street.

No Stanley Park, o principal parque da cidade, há um hotspot na piscina da Second Beach, uma das praias locais, próxima à English Bay Beach. O turístico Canada Place aparece no mapa da rede pública de wifi de Vancouver como previsto em breve para a área do Waterfront, o porto da cidade.


* Nathalia Molina é jornalista de viagem e especialista em Canadá. Também escreve o Como Viaja, com dicas e experiências no Brasil e no exterior. Acompanhe pelo instagram @ComoViaja, pelo facebook/ComoViaja e pelo canal do Como Viaja no YouTube