A Gstaad da Ultima Collection

A Gstaad da Ultima Collection

Mari Campos

20 de março de 2022 | 09h51

Voltar aos Alpes Suíços – depois de um gap grande devido aos dois primeiros anos da pandemia – foi uma grande alegria neste mês de março. Com a temporada 2020 encurtada e a temporada 2021 praticamente suspensa em tantos destinos, já era mesmo esperado que a temporada 2022, com o avanço global dos índices de vacinação, fosse mesmo um sucesso de público.

ACOMPANHE A @MARICAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM!

Neste finalzinho de temporada de inverno na Europa, tive a chance de retornar à cidade de Gstaad, na Suíça, que não visitava há muitos anos. E voltei justamente para conhecer o Ultima Gstaad, a precursora do portfólio da Ultima Collection, que hoje conta com propriedades em três países diferentes.

LEIA TAMBÉM: Tendências de viagem para 2022

.

.

A Gstaad da Ultima Collection

O Ultima Gstaad é hoje uma propriedade multipremiada nos Alpes Suíços que foi completamente renovada para este inverno europeu, com tecnologias de última geração e interiores redecorados sob medida pela equipe interna de design. São onze suítes e seis residências particulares (com até quatro suítes cada) com direito a chandeliers Baccarat, piso em parquet e belos banheiros de mármore.

Na discreta e luxuosa Gstaad, localizada no cantão de Berna, da Suíça alemã, são menos de duas dezenas de acomodações compondo a belíssima propriedade a menos de 10 minutos de caminhada do centrinho. As acomodações do Ultima Gstaad se dividem em espaçosas suítes de hotel e em residências completas, em formato apartamento, com até quatro suítes e serviço de hotelaria completo agregado. Como Gstaad é um destino suíço muito concorrido também no verão, a propriedade funciona ininterruptamente quase todo o ano.

Em todos os casos, um farto (e premiado!) café da manhã à la carte está sempre incluído nas diárias, podendo ser servido sem custos extras tanto no restaurante quanto nos próprios quartos e residências. Os hóspedes contam ainda com carro à disposição sem custos para circular pela cidade. E o staff é pura simpatia, doçura e eficiência, incluindo muitos portugueses extremamente queridos em diferentes setores.

ACOMPANHE A @MARICAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM!

.

.

No Ultima Gstaad há água, chás e café espresso cortesia em todas as acomodações. Nas residências, o frigobar com sucos, refrigerantes, cervejas e alguns destilados também está incluído nos valores das diárias. E, como as residências sempre contam com cozinha completa, ainda deixam como boas-vindas um ultra-simpático kit com macarrão italiano, azeite, azeitonas, molhos e temperos.

O (ótimo) Restaurante foi renovado para combinar com o icônico lobby do hotel, que conta com um inconfundível piano transparente. Há também nova sala de jogos privada, Shisha Bar, belos bar e living e uma adorável extensão do restaurante com paredes de vidro e rodeada por verde.

Mas um dos maiores destaques da propriedade segue sendo, é claro, seu imperdível (mesmo!) Ultima Spa, que conta, além de tratamentos estéticos e clínica anti-idade, com piscina térmica indoor, jacuzzis interna e externa, saunas seca e a vapor e uma deliciosa fonte de neve e “crioterapia”.

Mesmo na Suíça as máscaras não sendo mais obrigatórias nem em espaços fechados (nem no aeroporto!), todos os funcionários do hotel utilizavam máscaras corretamente o tempo todo e o serviço de arrumação dos quartos deixava novas máscaras para os hóspedes diariamente. Há também fartura de álcool em gel e sprays de álcool 70 em todos os quartos e áreas públicas.

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS DETALHES E DISPONIBILIDADE DO ULTIMA GSTAAD

.

.

Base para explorar Gstaad e arredores

O Ultima Gstaad, distante cerca de duas horas em carro desde o aeroporto de Genebra, na Suíça, foi ótima base não apenas para explorar o centrinho de Gstaad e suas montanhas, como também seus arredores.

A partir de Gstaad são vários os passeios diários que se pode fazer pela região, em qualquer época do ano. Visitar queijarias artesanais e fábricas de chocolate (como a Cailler, por exemplo) são passeios frequentemente procurados por brasileiros ali. Mas minha escapada preferida a partir de Gstaad é, sem dúvidas, visitar a cidadezinha de Gruyères, distante apenas cerca de 45 minutos de carro.

Além de charmosa e repleta de lojinhas, cafés e restaurantes, Gruyères guarda também o castelo-museu que deu origem à produção do delicioso queijo homônimo e pode ser visitado quase todos os dias. Ao lado, um simpático museu da cultura tibetana e o famoso museu dedicado ao criador do Alien, o HR Giger Museum. Imperdível também é o bar logo em frente ao museu, cuja decoração foi toda inspirada nos cenários e personagens da franquia cinematográfica – e vale a parada, nem que seja para um peculiar café.

Tem mais detalhes desta viagem no destaque “Gstaad” do meu Instagram @maricampos.

LEIA MAIS sobre viagens à Suíça

.

.

Um grupo hoteleiro jovem e disruptivo

A Ultima Collection é um portfólio de propriedades de hospitalidade espalhadas pela Suíça, França e Grécia, idealizado pelos jovens amigos Max-Hervé George e Byron Baciocchi. Apaixonados por viagens e com experiência no mercado imobiliário, a dupla resolveu em 2015 investir pela primeira vez na indústria da hospitalidade. No final de 2016 surgia o primeiro hotel do grupo, o Ultima Gstaad.

Mas, desde o começo, queriam algo que rompesse com as noções mais comuns de luxo no setor de hospitalidade. Assim, até hoje, cada propriedade da Ultima Collection tem design inspirado com a paisagem circundante, décor repleto de obras de arte e fotografias ligadas ao universo da moda e experiências pensadas para que hóspedes realmente se sintam na intimidade de uma residência privada.

Hoje, além do hotel em Gstaad, há propriedades do grupo com foco em “residences” em Crans-Montana, Genebra, Megève, Cannes, Corfú e o novo Courchevel Belvédère, inaugurado nesta temporada de inverno.

LEIA TAMBÉM: Bem-estar é cada vez mais importante no turismo

.

.

Antes de viajar

Viajei para a Suíça com o chip premium da O meu chip, um dos poucos serviços internacionais de chip internacional de celular pré-pago que conta com cobertura completa também em território suíço. E recomendo bastante, porque realmente fiquei conectada 100% do tempo, com excelente velocidade, e o chip inclui também chamadas telefônicas locais.

Embora Gstaad seja muito famosa também pelas muitas lojas de diferentes marcas de luxo no centro histórico, para quem quiser já sair do Brasil com a mala de inverno prontinha, conheci um pouco antes da viagem a marca brasileira Fiero, especializada em peças de inverno e neve.  Há casacos, fleeces, calças e acessórios feitos no Brasil em diferentes materiais e destinados para diferentes “tipos” de frio, do “inverno brasileiro” ao frio extremo em destinos de neve farta como a Suíça. Levei na minha mala um excelente casaco de lã uruguaia com gola em pele removível, bota de neve forrada com lã natural (levinha e super “airport friendly”) e legging térmica forrada que foram excelentes durante toda a viagem.

ACOMPANHE A @MARICAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM!

.

.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.