As boas novas do Sul da Bahia

As boas novas do Sul da Bahia

Mari Campos

21 de janeiro de 2020 | 18h34

Passei a última semana toda no sul da Bahia, explorando as belezas da região em uma deliciosa road trip. Foi excelente voltar mais uma vez à região, refazer meus programas favorito e fazer novas descobertas, em dias entre Trancoso e Arraial D’Ajuda.

Das melhores descobertas desta viagem, destaco quatro:

Foto: Mari Campos

1 . A Pousada Mata N’ativa em Trancoso. Escolha acertadíssima, esta pousada de charme fica a 500 metros do Quadrado e a iguais 500 metros da Praia do Nativo. Ou seja, são menos de dez minutos andando até o Quadrado e menos de dez minutos andando até a praia. O único senão é, que por ser um caminho de terra sem iluminação, à noite não é recomendável ir e voltar ao Quadrado à pé. Mas a localização acertada funciona muito no dia-a-dia, tanto para as praias quanto para comer, beber e passear. A pousada tem estacionamento, quartos confortáveis com ar condicionado e varanda, amenidades Trosseau, um delicioso café da manhã, piscina, playground para os pequenos e um belíssimo jardim. Há também uma sala para massagens e a possibilidade de fazer passeios de caiaque pelo rio que passa literalmente ao lado da pousada. Com selos internacionais de sustentabilidade, a Mata N’ativa tem todas as fossas ecológicas, utiliza somente produtos locais no restaurante e mesmo no décor, e colabora com iniciativas de preservação da região. É super kids friendly e o staff é bem simpático.

Foto: Mari Campos

2. A Praia das Tartarugas, em Trancoso. Não me conformo que ainda não conhecia essa praia! Linda, quase vazia, tomara por coqueiros e impressionantes falésias, com um mar delicioso independentemente da maré. O melhor? O local agora conta com um excelente restaurante e Beach Club, com menu caprichado de petiscos e pratos, ótimas instalações tanto no topo da falésia quanto à beira-mar, excelentes drinks e um staff super simpático e prestativo. O local construiu uma espécie de elevador dentro da falésia para ligar o restaurante com o Beach Club na areia; estava quebrado agora na minha visita, então subir e descer era de escada mesmo (5 minutos). Foi de longe o melhor serviço de praia da viagem toda. Como o acesso é por dentro de um condomínio, são poucas pessoas permitidas por dia e a reserva é obrigatória.

Foto: Mari Campos

3. A loja Trancoseando, no Quadrado. A linda loja de Juliana Accioly de Andrade, nascida e criada na região, faz parte de um projeto homônimo de valorização da cultura local.  A ideia surgiu enquanto ela cursava um mestrado na Espanha e estava morrendo de saudades de casa. Por enquanto, há um espaço digital (que traz achados de moda e lifestyle enquanto conta histórias e “causos” dos nativos) e uma loja incrível, bem na entrada no Quadrado, que foca em slow fashion e sustentabilidade. A loja é multimarcas, valorizando tudo que é feito artesanalmente e com matérias primas de alta qualidade. E ela acaba de lançar a marca própria da Trancoseando que, além de seguir o mesmo preceito – peças produzidas artesanalmente com alta qualidade e durabilidade – ainda prega uma moda democrática, com todas as peças em tamanho único, podendo vestir bem os mais diferentes corpos dependendo das amarrações e “abotoamentos” feitos. Algumas peças são também multiuso, como um retângulo de linho que trouxe pra casa e que pode ser saída de praia, saia, vestido ou poncho, dependendo da maneira que é vestido e abotoado.

4. O Maitei Hotel, em Arraial D’Ajuda. Outra hospedagem apertadíssima, toda focada em sustentabilidade (inclusive 100% energia solar!)  e com localização simplesmente perfeita no centro histórico de Arraial. O hotel é lindo, com apenas 17 quartos, sendo 9 deles com vista para o mar.  Tranquilo e romântico, só aceita crianças a partir de 16 anos. Os quartos são bastante grandes, todos com amenidades L’Occitane e hidromassagem, todas as facilidades tecnológicas e lindas varandas privativas. Ao longo de três andares, o hotel tem diferentes espaços de living, sala de massagens, academia e duas piscinas estilo infinity, ambas com solário e vista panorâmica para a praia de Mucugê. A praia, aliás, está a literalmente 5 minutos de caminhada e dali é gostoso e fácil caminhar pela areia mesmo para chegar a praias mais bonitas e tranquilas, como Pitinga, Araçaípe e Pescadores. E em dez minutos andando a gente está no coração do agito de bares, lojas e restaurantes da rua Mucugê (e também do simpático santuário de Nossa Senhora d’Ajuda). O hotel tem café da manhã excelente feito na hora e o restaurante com vista para o mar serve também ótimos pratos e drinks, dia e noite (recomendo muito a gin tonic com néctar de cacau e a trilogia de frutos do mar). E o staff é um encanto! O único senão fica por conta do hotel não contar com estacionamento próprio.

Aluguei um carro no aeroporto de Porto Seguro mesmo, na Porto Seguro Rent a Car (que atende também via Whatsapp, o que achei ótimo), e fiz uma road trip redondinha, muito fácil, sem stress (apesar das estradas esburacadas e muitos trechos de terra). E, claro, teve muita praia, incluindo a linda e deserta Itaquera dos surfistas, a agitada Praia dos Coqueiros de Trancoso, as belas Pitinga e Pescadores de Arraial e muita comida boa também – mas isso já é assunto para um próximo texto.

Dá pra ler mais dicas sobre esta minha viagem linda pelo sul da Bahia aqui.