De volta a Tiradentes

De volta a Tiradentes

Mari Campos

09 de fevereiro de 2020 | 20h35

Neste texto aqui, contei há alguns meses sobre a delícia que foi visitar a cidade de Tiradentes, em Minas Gerais, depois de tanto tempo da última visita. Gostei tanto, mas tanto, de ver o quanto (e quão bem!) a cidade se transformou na última década, que voltei uma vez mais antes que 2019 terminasse.

Em outubro do ano passado, a convite da adorável pousada de charme Aromas da Montanha, passei mais uma semana na cidade, em dias regados a artes e, é claro!, boa mesa. A Aromas da Montanha, localizada a dez minutos de carro do centro histórico da cidade, é uma pousada de charme deliciosa com apenas dez quartos, cada um com uma decoração diferente, inspirada em uma planta específica (daí o nome da pousada).

Foto: Mari Campos

O serviço da equipe toda é super cálido e os donos (o adorável casal Rosana e Mozart) estão sempre ali para garantir que os hóspedes tenham a melhor experiência possível. O atendimento é todo personalizado e a pousada, localizada a dez minutos de carro do centro de Tiradentes, tem lindos jardins, piscina, livings e uma deliciosa varanda coletiva com vista para o por-do-sol. Romântica que só ela, perfeitinha para casais. Tem um farto café da manhã (buffet, com pratos quentes feitos à la carte na hora) e um simpático chá da tarde incluídos nas diárias. Dá para ler minha review completa da pousada aqui.

Foto: Mari Campos

Bem instalada aí, aproveitei para curtir de novo esta cidade incrível, de ruas estreitas com calçamento de pé-de-moleque, charretes, igrejas barrocas, casinhas coloniais e charmosos becos – indefectivelmente emoldurada pelo paredão da Serra de São José sempre à vista. Revisitei as igrejas que acho mais bonitas (Igreja Matriz de Santo Antônio e Nossa Senhora do Rosário dos Pretos), apreciei o fim de tarde na colina da igreja São Francisco de Paula, visitei o ótimo Museu da Liturgia e ainda estiquei até São João del Rey, uma passeio sempre delicioso (fui de carro, mas dá pra ir também em Maria Fumaça aos finais de semana). A cidade estava em plena Semana Criativa – uma das muitas semanas de eventos em Tiradentes – e o centro histórico ficou repleto de atividades, várias delas gratuitas, entre mostras, palestras, desfiles e feirinhas especiais.

No quesito restaurantes, me fartei nos deliciosos Ora Pro Nobis, Viradas do Largo (que é membro da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança), Pacco&Bacco, Angatu, Tapioca Maria Bonita e no italiano Via Destra Ristorante. E recomendo todos eles. E, claro, repeti meus cafés favoritos na cidade: a sempre incrível e imperdível Jane’s Apple (que tem sempre sabores novos em suas maravilhosas maçãs cobertas e o melhor café AND melhor pão de queijo da cidade) e a gracinha Marcas Mineiras, que serve bolos simplesmente deliciosos.

O café da tarde incrivelmente fotogênico – e delicioso! – da Jane’s Apple. Foto: Mari Campos

Lojinhas?  Sempre! Desta vez, além das muitas lojas de queijos, doces e lembrancinhas, aproveitei para revisitar as criações lindas de décor da Daniela Karam, as roupas super descoladas e exclusivas da Ave Maria e as peças super criativas de décor da  Grata à Luz – além de conhecer a nova loja multimarcas Angela Diaz. Que Tiradentes só melhora mesmo!

Aproveitei ainda para escapar por um dia à deliciosa São João Del Rey, literalmente grudada em Tiradentes, que a gente alcança em vinte minutinhos de carro (ou 40 minutos em Maria Fumaça!) – mas isso já é história para outro texto…

Mais conteúdo sobre:

BrasilpousadashotelariaTiradentes