ILTM Latin America e o turismo de bem-estar

ILTM Latin America e o turismo de bem-estar

Mari Campos

20 de maio de 2019 | 08h07

Aconteceu na semana passada, em São Paulo, mais uma edição da ILTM Latin America, a mais importante feira de turismo de luxo da América Latina. Desta vez, com o tema “Back to Life”, a feira focou no turismo de bem-estar e em como as experiências pessoais são hoje a essência do turismo no mundo todo. Afinal, as pessoas estão cada vez mais ativas e viajam com um propósito bastante definido que vai muito além de simplesmente se deslocar entre dois destinos do planeta.

Foi no começo dos anos 2000 que o conceito de “wellness” começou a ganhar interesse comercial, mas ainda não era levado a sério pela indústria turística. Em 2017, consumidores latino-americanos gastaram 34,8 bilhões de dólares no turismo de bem-estar – um número que ainda deve crescer bastante nos próximos anos.

A entrada da ILTM Latin America 2019, no Pavilhão da Bienal. Foto: Mari Campos

No evento de inauguração, a consultora de tendências contemporâneas Andrea Bisker destacou as quatro grandes tendências de viagem, todas ligadas à ideia de bem-estar físico e pessoal, que, segundo ela, estão transformando o turismo de luxo atualmente:

= “check in/turn out”, que engloba a ideia de desconectar-se por alguns dias, detox digital, as silent suites etc

= “active elite”, que envolve a busca cada vez maior por práticas esportivas nos mais variados destinos (incluindo rafting no Ganges, como conto aqui) e o crescimento do número de turistas que baseiam suas viagens de acordo com as maratonas que querem correr mundo afora

= “transcedent traveller”, que busca suas raízes e viagens cada vez mais transformadoras por lugares que têm a ver com suas origens familiares

= “the last chance”, com o aumento da busca por viagens para destinos em risco de desaparecimento, das praias de Tuvalu às maiores geleiras do planeta

 

O grupo hoteleiro Hyatt também apresentou um estudo que mostra que grande parte das viagens de luxo hoje estão baseadas na combinação de pelo menos dois de três elementos básicos: sentimentos (feel), energia (fuel) e propósito (function). A Hyatt anunciou ali também seus novos serviços Hyatt Privé, que funcionam como uma espécie de consultor privativo de viagens para os mais importantes clientes do grupo, desenvolvendo para eles experiências exclusivas para serem desfrutadas durante sua estadia.

Louise Bang, vice-presidente global de vendas da Marriott, durante a ILTM. Foto: Divulgação.

A rede Marriott destacou o novo papel da hotelaria neste cenário. Louise Bang, vice-presidente global de vendas do grupo, falou sobre como o bem-estar e essa mudança na mentalidade contemporânea (afinal, a sociedade está cada vez mais consciente sobre saúde e suas necessidades) reorientou também o mundo dos negócios.  “O termo Bleisure, utilizado pela primeira vez há mais de uma década para combinar negócios e prazer, está se convertendo hoje no foco das viagens de negócios. E à medida que mais profissionais se conscientizem da importância da saúde, mais hotéis integram ofertas de bem estar que contribuem para o crescente compromisso dos hóspedes com esse estilo de vida”, defende Bang.

Louise Bang destacou também outras mudanças importantes no comportamento dos viajantes de luxo, como o fato das viagens tornarem-se mais importantes que bens (viajar virou ingrediente fundamental inclusive para auto-descobertas), a redefinição da lealdade (o aumento de fidelização às marcas que representam seus próprios valores) e a melhora das experiências de estadia através da inovação e da tecnologia (cujo uso é aplicado inclusive para aumentar empatia através do serviço).

A Marriott anunciou também durante a feira mais novidades de seu novo programa Bonvoy, através do qual os hóspedes agora também podem trocar seus pontos por experiências exclusivas em cada propriedade. A Leading Hotels of the World destacou o papel fundamental de seus concierges, sempre especialistas no destino no qual a propriedade está inserida, nas experiências cada vez mais autênticas e exclusivas criadas para seus hóspedes – além de anunciar 30 novos hotéis em seu portfólio neste 2019. A Accor Hotels também anunciou as novidades de seu novo programa ALL (Accor Live Limitless) e novos investimentos na marca Pullman, e grupos Mandarin Oriental, Four Seasons e Preferred Hotels também anunciaram novos projetos e aberturas hoteleiras mundo afora para os próximos anos (dá pra ler mais sobre outras novidades hoteleiras apresentadas na feira aqui).

ILTM e BLTA reunidas no lançamento do painel brasileirissimo de Garu durante a feira. Foto: Mari Campos

Durante a ILTM Latin America aconteceu também a inauguração de um grande mural (9,7 m x 3,3 m) da BLTA (Brazilian Luxury Travel Association) em parceria com o artista Fernando Garroux, o Garu, no pavilhão da Bienal. Batizado de ‘Biomes Graffiti Brazil’,  o mural expressa em cores bem vivas a nossa fauna e flora e  e a importância de se preservar os biomas brasileiros – causa há muito tempo defendida pela BLTA entre seus associados, já que turismo de luxo e sustentabilidade são indissociáveis (dá pra ler mais sobre o mural aqui).

A International Luxury Travel Market (ILTM) é um portfolio que agrega as mais prestigiadas feiras voltadas ao mercado de turismo de luxo, reunindo destinos, hospedagens ultra-luxuosas e experiências de viagem únicas em eventos nas Américas, na Europa, na África e na Ásia.