Silversea renova o mercado de cruzeiros de luxo

Silversea renova o mercado de cruzeiros de luxo

Mari Campos

16 de maio de 2022 | 07h35

Escrevo a coluna de hoje literalmente em alto-mar, em algum ponto do Mar Mediterrâneo. Estou navegando no Silver Spirit, um dos navios da Silversea Cruises, uma das companhias líderes em cruzeiros de luxo no mundo. Já são 15 anos que navego os mais distintos mares a bordo de seus navios – que estão ficando cada vez melhores, por sinal. Com novos navios lançados em plena pandemia (o belo Silver Dawn foi o último lançamento, e vale a pena espiar o que vem por aí no Silver Nova), a Silversea renova o mercado de cruzeiros de luxo neste 2022.

ACOMPANHE A @MARICAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

.

Definindo-se hoje como uma armadora de cruzeiros de “ultra luxo”, a Silversea ampliou suas ofertas em sistema all inclusive e criou também a opção “Port-to-port”, que possibilita a inclusão de diversos opcionais ao cruzeiro para que a experiência do hóspede seja mesmo 100% personalizada e customizada.

Com cabines tão espaçosas e completas (todas com vista e serviço de mordomo, e a maioria com varanda) que são sempre chamadas de suítes, a armadora volta a ser uma das líderes desse nicho que segue em franca expansão internacionalmente.

LEIA TAMBÉM: Viagens de até US$2 milhões: o novo boom do ultra luxo no turismo

.

.

Cruzeiros de luxo com realmente tudo incluído

Vale lembrar que as tarifas mais básicas da Silversea funcionam sempre em sistema tudo incluído. Mas um sistema VERDADEIRAMENTE incluído, no qual refeições, bebidas e gorjetas, do embarque ao desembarque do cruzeiro, além de serviço de mordomo dedicado, internet a bordo, uma excursão por escala do navio e minibar reabastecido diariamente, não têm custos extras. Das Silver Suites em diante, serviços ilimitados de lavanderia, por exemplo, também estão incluídos na tarifa (e há lavanderia self-service gratuita para todos os passageiros).

A opção de tarifa mais completa da armadora é a  “door-to-door”, que inclui também traslados desde e para a residência, passagens aéreas em classe executiva, hotel pre/post cruise, administração de bagagem e traslados entre hotel e navio.

Vários dos itinerários da Silversea em distintas partes do mundo contam ainda com o “single supplement waive“, o que significa que quem viaja sozinho tem uma luxuosa cabine toda para si sem custos extras. Não à toa, seus navios têm sempre diversas pessoas viajando sozinhas – e toda a programação é feita pensando também nelas.

.

.

Duas semanas entre “tesouros” do Mediterrâneo oriental

Estou fazendo um belíssimo roteiro a bordo do Silver Spirit, o maior navio da Silversea, por Grécia, Turquia e Israel. Mas mesmo o “maior navio”, no caso da armadora, tem apenas 270 exclusivas cabines/suítes – uma das mais altas proporções passageiro/espaço do mercado. Somos 432 passageiros espalhados por onze espaçosos decks, que incluem oito restaurantes, um café, diversos bares e serviço de quarto 24h – tudo incluído no valor da tarifa e atendidos por uma tripulação em proporção de quase 1 para 1 com os viajantes.

Nas cabines/suítes, banheiros completos (ducha e banheira) com luxuosas amenidades Bulgari ou Ortigia – à escolha do passageiro. A gente escolhe também com o que quer abastecer nosso minibar (totalmente incluído) e o mordomo garante que esse pedido seja atendido todos os dias – seja sua água preferida, refrigerantes, sucos, cervejas, vinhos, champagne ou destilados em geral. Além do minibar, das Silver Suites em diante há também máquina de café espresso disponível.

.

.

Nos excelentes restaurantes, há gastronomia italiana, francesa, asiática, japonesa e fusión/internacional, sem mesa ou horário previamente demarcados. Ou seja: o passageiro escolhe onde, que horas e com quem quer comer e pronto – e há muitas mesas para apenas uma ou duas pessoas, para quem não quer se misturar com outros viajantes na hora das refeições.

Apenas um restaurante funciona em sistema buffet para café e almoço; todos os demais funcionam em sistema à la carte a qualquer hora do dia, com serviço impecável. E há dois restaurantes ao ar livre que funcionam o dia todo.  O room service funciona brilhantemente 24h por dia e tomar diariamente o café da manhã na sua varanda é um dos programas mais gostosos a bordo.

Nos decks externos há muito espaço para relax ao sol ou à beira da piscina, mas também amplos espaços para quem quer apenas ler um livro num canto sossegado e à sombra. Nos espaços internos, bares e lounges de todos os tamanhos, salão de cartas, charmosas boutiques e um pequeno cassino, que funciona quando o navio está em alto mar.

O entretenimento a bordo é elegante, incluindo música ao vivo (jazz, blues e até eventualmente MPB) em alguns dos bares e um mini musical todas as noites. Em alguns dias, o teatro é convertido em cinema, com sessão especial, pipoca etc.

Dá para acompanhar todo o dia-a-dia da minha viagem no feed e nos destaques do Instagram @maricampos.

.

.

Protocolos levados à sério

Como fã da armadora há muitos anos, o que mais me impressionou desta vez foi ver como a Silversea leva os protocolos sanitários a sério, sem permitir que isso interfira de nenhuma maneira na qualidade da viagem ou no conforto dos hóspedes. O navio dá

Todos passageiro deve apresentar carteira de vacinação completa contra a Covid-19 no embarque, além de um teste de antígeno. No momento de embarque, fazem gratuitamente um teste PCR no píer mesmo, por garantia (como o itinerário previa duas escalas em Israel, todo passageiro foi obrigado, por exigência do próprio país, a fazer mais um novo PCR no dia da chegada). Somente passageiros completamente vacinados e com testes negativos para Covid-19 são permitidos a bordo – e a companhia ainda oferece gratuitamente testes de antígeno no final da viagem para os hóspedes que precisam do teste para voarem ao destino seguinte ou retornarem às suas casas.

Ao chegarmos na cabine, um luxuoso kit com necessaire Bulgari, máscaras descartáveis, lenços desinfetantes, álcool em gel e porta álcool em gel para tornar o transporte do mesmo fácil em bolsas, bolsos, cintos etc nos espera – juntamente com champagne geladinha, frutas frescas e chocolates.

No dia-a-dia, todos os hóspedes são estimulados a usarem máscaras nos ambientes internos do navio, enquanto não estiverem comendo ou bebendo. E máscaras cirúrgicas e pff2 são fartamente ofertadas em todos os ambientes públicos do navio – e também no embarque e desembarque em cada porto. É inclusive sugerido explicitamente que passageiros troquem suas máscaras por novas ao voltarem de uma excursão para o navio. E TODA a tripulação usa máscaras pff2 o TEMPO TODO.

A frota da Silversea Cruises inclui os navios Silver Dawn℠, Silver Shadow®, Silver Whisper®, Silver Spirit®, Silver Muse® e Silver Moon℠, todos de pequeno porte, com acomodações 100% suítes – e a maioria delas com varandas.  Tudo a bordo está sempre incluído das excursões às gorjetas (apenas tratamentos no spa e compras na boutique são cobrados à parte).

A armadora tem também quatro navios de expedição – Silver Origin®, Silver Wind®, Silver Explorer® e Silver Cloud® – que fazem itinerários cheios de aventura e conforto na Antártica, no Ártico e em Galápagos. E lança em breve uma nova classe de cruzeiros –  a classe Nova  -, que deve revolucionar ainda o mercado de cruzeiros de luxo, com um design totalmente inovador.

LEIA TAMBÉM: ILTM comprova o crescimento do turismo de luxo

.

Da minha viagem

Embora os taxistas de Atenas tenham melhorado muuuito, por segurança e comodidade optei por usar os serviços da Blacklane, que opera serviços de transfers em destinos em mais de 50 países, para os meus trajetos de ida e volta na cidade envolvendo o aeroporto. A Blacklane – que é uma empresa neutra em carbono, signatária do The Climate Pledge e terá 75% de todas as corridas feitas em veículos elétricos até 2025 –  sempre tem carros excelentes e motoristas muito gentis e pontuais que falam pelo menos inglês. E as reservas são feitas de maneira simples, fácil e rápida no próprio site da empresa (com tarifas sempre com tudo incluído, sem pegadinhas).

Uma vez no destino, dá para usar os serviços da empresa também para tours privativos e deslocamentos “on demand” e “flat rate” para trajetos específicos entre dois determinados pontos (usei isso no ano passado em Dubai, por exemplo, para ir de um beach club para o restaurante do meu jantar).

E, para não ficar apenas na dependência da internet satelital do navio, viajei mais uma vez 100% conectada com o chip global da O Meu Chip. A conexão à internet funcionou de maneira ininterrupta em todos os países e ilhas do meu itinerário, e inclusive em momentos de navegação nos quais não estávamos muito distantes da terra. Se você tem viagem para o exterior marcada, recomendo muito. Dá para encomendar o chip através deste link e ele chega em alguns dias na sua casa. Se usar o cupom MARICAMPOS, tem pelo menos 15% de desconto no valor final da compra.

ACOMPANHE A @MARICAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

.

.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.