A McDonalds é sexista?

Margarida Vaqueiro Lopes

02 Março 2016 | 09h10

A polémica estalou em Portugal esses dias como se fosse a coisa mais importante do mundo – como temos poucos problemas para resolver em termos políticos e orçamentários, encontramos sempre algo muito relevante para colocar na agenda! – e ainda continua: os funcionários do McDonalds em Portugal sempre perguntam se o Happy Meal é para menino ou para menina e oferece os brinquedos em conformidade com essa informação.

Uma atitude considerada “discriminação” e que ocupou páginas de jornais. A McDonalds, nos EUA, já deixou de o fazer desde 2014 e a empresa em Portugal prometeu, em comunicado, corrigir a situação a partir de agora.

No entanto, a companhia esclareceu num comunicado citado pela imprensa nacional que essa diferenciação se devia também ao fato de as caixinhas de refeição terem questionários sobre os Transformers – que geralmente são a paixão dos meninos – e o seriado My Little Pony, vista mais frequentemente por meninas.

Sinceramente, é-me absolutamente indiferente que a McDonalds pergunte ou não. Não me escandaliza nem uma coisa nem outra. Tal como não me escandaliza que se ofereçam cozinhas a meninos e carros de brincar a meninas. O que me escandaliza é que uma Secretária de Estado gaste o seu tempo falando de como é discriminatória a política de separação de um brinquedo, e o Governo pouco faça para diminuir as discrepâncias profissionais, por exemplo, entre homens e mulheres. O que me choca é que uma mulher continue ganhando menos 30% que um homem mesmo que ocupem cargos semelhantes, ou que possa ser demitida porque engravidou ou porque decidiu tirar seis meses de licença de maternidade. O que me choca é que as mulheres continuem sem serem promovidas porque “podem engravidar e ter que ir a reuniões da escola” ou que se olhe de lado para os homens que ficam em casa quando as crianças estão doentes – “ e a mãe?”.


Isso sim, é discriminação. Discutir sobre um boneco que acompanha uma refeição infantil é tão sem noção quanto pedir às pessoas que no Natal não ofereçam somente bonecas às meninas. Mas isso ninguém faz, verdade?

Acompanhe a página do blogue no Facebook

Mais conteúdo sobre:

Happy MealMcDonaldspolémica