Monsaraz: uma delícia medieval

Margarida Vaqueiro Lopes

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar primeiros 03
meses grátis

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar primeiros 03
meses grátis

Restam 4 de 5 matérias gratuitas no mês

ou Assinar primeiros 03
meses grátis

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar primeiros 03
meses grátis

Nem só de grandes cidades e praias vive Portugal. Na verdade, há tanto mais para ver que a gente pode passar um ano falando sobre o assunto. Hoje quero falar para vocês de uma cidadezinha bem no meio do Alentejo, chamada Monsaraz. É um lugar medieval, um dos mais antigos do país, e foi habitado por vários povos, como visigodos, árabes ou judeus. Os cristãos apareceriam no século XIII. As muralhas da vila são das mais completas no que toca a segurança e consta que era um dos lugares de mais difícil acesso a tropas inimigas.

IMG_2609-e1473247865400.jpg

As lindas ruas de Monsaraz [© 2016 Sambando em Lisboa. All Rights Reserved]

É por isso que é tão legal passear por dentro das muralhas e nos perdermos naquelas ruinhas bem apertadas e cheias de arcos e torres e casinhas pequenas que nos fazem recuar até às aulas de História. Como fica num lugar elevado, você vai poder apreciar uma vista incrível de praticamente todos os lados. O património medieval está bastante bem conservado, e a Torre de Menagem, por exemplo, vale bem uma subidinha daqueles degraus. Se for lá bem na hora do pôr do sol, vai ser ainda mais lindo olhar para a barragem do Alqueva, bem cá em baixo, e um dos marcos da região do Alentejo.

As várias portas que antes davam acesso à vila também valem sua atenção, pelo património histórico que representam. Não fui muitas vezes a Monsaraz, mas adoro me perder dentro da muralha, explorar as lojinhas cheias de souvenir para turistas ou produtos típicos da região; parar para tomar uma água gelada ou um suco olhando as lindas paisagens do Alentejo quente lá ao longe ou subir na muralha e imaginar o que veriam os guardas que durante anos protegiam aquele lugar.

IMG_2601-900x675.jpg

A vista para a barragem do Alqueva [© 2016 Sambando em Lisboa. All Rights Reserved]

Mas atenção: leve um sapato bem confortável porque o piso é medievalmente irregular, e se for ainda esse Verão, não vá antes do final do dia porque o calor é absolutamente atroz – esse ano, as temperaturas atingiram mais de 40 graus nessa região do país. E claro, fique para jantar num dos típicos restaurantes alentejanos e se delicie com as várias delícias e gordices.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Siga o Estadão