Vamos ver a luz?

Margarida Vaqueiro Lopes

19 Setembro 2014 | 17h00

No primeiro texto que escrevi nesse blogue, referi que tem uma coisa em que Lisboa supera, aos pontos, todas as outras cidades do mundo: a luz. Até virem aqui não entenderão o que quero dizer com isso, mas a verdade é que Lisboa ganha uma luz linda, especialmente no final do dia. Se for junto ao rio, a beleza é ainda maior.
É por isso – e por Lisboa ter várias colinas que o permitem – que os mirantes são uma super moda por aqui. Sobretudo no Verão, quando os dias vão até às 21h e o tempo quente nos convida a sair e a ficar olhando essa Lisboa linda que até no escuro é encantadora.
Como já falei aquio meu mirante favorito é o Sophia de Mello Breyner Andresen – sabem, né? Uma das nossas mais famosas poetisas – que era chamado de Miradouro (a palavra que a gente usa para mirante) da Graça. Bem nesse largo tem uma Igreja muito bonita, também, que parece que está olhando para Lisboa. É maravilhoso, o enquadramento.
fotografia_1.JPG
Pegue uma blusa leve se está pensando assistir ao por-do-sol nesse lugar. Como fica o alto, ele é um pouco ventoso. No entanto, de lá você poderá ver o castelo de S. Jorge, a praça do Martim Moniz, a ponte 25 de Abril…poderá ver Lisboa a seus pés.
O bairro da Graça é, como o nome indica, uma graça. Ele é bem típico da cidade Lisboa antiga, e atualmente você vai encontrar morando lá uma mistura bem legal de jovens e pessoas mais velhas que dão uma vida muito especial aqueles largos e pracetas.
 Mas bom, como eu estava dizendo, no mirante da poetisa tem um quiosque bem fofo que serve refeições leves e algumas bebidas, como o agora famoso gin tônico e claro, a tradicional imperial (chope). Você vai pagar um pouco mais do que o normal, mas bom…vale pela vista.
fotografia 3_1.JPG
Depois de tomar uma imperial junto com uns tremoços, pegue o bondinho 28 para descer até ao Martim Moniz e passeie um pouco pela Praça do Rossio e pela Baixa. Confira se a luz de Lisboa é ou não a mais bonita que você já viu.
Quanto custa? Nada, se você só quiser ficar olhando a vista magnífica. Uma imperial ronda 1,70 euros.