A Itália de Dante Alighieri, entre Toscana e Emilia-Romagna
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A Itália de Dante Alighieri, entre Toscana e Emilia-Romagna

Rota de Dante Alighieri na Itália une 21 percursos, passando por castelos e vilas medievais e cruzando os Apeninos. Caminho principal une Florença e Ravenna

Viagem Estadão

25 de março de 2021 | 20h00

Por Nathalia Molina*

Com 395 km de extensão, uma rota na Itália dedicada a Dante Alighieri une 21 percursos, passando por castelos e vilas históricas e cruzando os Apeninos. Os Caminhos de Dante, em italiano Le Vie di Dante, ganhou o Best in Travel 2021 do Guia Lonely Planet na categoria Sustentabilidade como Melhor Caminhada. Os dois pontos extremos da rota são as cidades de Florença e Ravenna, onde o escritor nasceu e morreu, respectivamente, em 1265 e 1321.

Casa de Dante é museu em Florença – Foto: Enit

2021 marca os 700 anos da morte do poeta italiano. No ano passado, o governo italiano estabeleceu 25 de março como o Dia Nacional de Dante Alighieri na Itália – ou Dantedi, apelido para o Dia de Dante. Acredita-se que nessa data o autor tenha começado a escrever sua obra-prima, A Divina Comédia. Então, que tal seguir os passos do escritor pela Toscana e por Emilia-Romagna?

O Castelo dei Conti Guidi, em Poppi, é um dos pontos visitados na rota na Itália – Foto: Enit

Os caminhos de Dante pelas duas regiões italianas reúnem percursos a pé pelos dois lados dos Apeninos, além da possibilidade de fazer tours de mountain bike (de nível avançado) ou, mais relax, andar de trem na primeira linha a cruzar a cordilheira.

De Florença a Ravenna, nos passos de Dante Alighieri

O trajeto principal de Le Vie di Dante pode ser percorrido em qualquer sentido. Mas Dante saiu de Florença fugindo dos guelfos, já que o poeta tinha a aprovação dos inimigos gibelinos. Na cidade toscana, fica a Casa-Museo di Dante. Já em Ravenna, em Emilia-Romagna, é possível visitar o túmulo do escritor.

Túmulo de Dante fica em Ravenna – Foto: Enit

Na travessia dos Apeninos, Dante teria se inspirado para escrever A Divina Comédia. Alguns pontos do percurso remetem a personagens e trechos da obra. A Cachoeira Acquacheta é mencionada no Canto XVI do Inferno. Em Pontassieve, Dante teria conhecido Beatrice (Beatriz). Os viajantes visitam ainda a cidade murada de Poppi, com o Castelo dei Conti Guidi, e Brisighella, com uma fortaleza medieval.

Brisighella e sua fortaleza estão na rota de Dante – Foto: Enit

Para quem pensar em seguir os passos do poeta italiano no futuro, além desse trajeto, o site Le Vie di Dante mostra outras opções de percursos, caso do passeio por vilas medievais e do tour de bicicleta.

Já o itinerário pelo Parque Nacional delle Foreste Casentinesi junta natureza com patrimônio histórico, em igrejas românicas e castelos como o Romena, onde Dante esteve hospedado.

* Sou jornalista de viagem e também escrevo o Como Viaja com dicas e experiências no Brasil e no exterior. Me acompanha no Instagram @ComoViaja para novidades e curiosidades

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.