Aqui também é carnaval
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Aqui também é carnaval

Bianca Ribeiro

12 Fevereiro 2010 | 22h02

O Brasil é considerado o país do carnaval. Aqui, temos o carnaval luxuoso das escolas de samba nos sambódromos do Rio e São Paulo, a animação dos trios elétricos de Salvador, os blocos de rua e os bonecões de Recife e Olinda…Mas a folia também contagia o mundo inteiro – e de forma bem diferente da nossa.


Em Veneza, na Itália, o carnaval é tradição da Idade Média com as elegantes máscaras que dão um tom colorido e classudo à cidade das gôndolas. A folia começou no domingo passado com o tradicional Voo do Anjo, onde uma mulher, geralmente uma celebridade, é içada por fios de aço na Praça San Marco.

Carnaval de Veneza. Foto: Andrea Merola

Carnaval de Veneza. Foto: Andrea Merola

A festa assume um tom mais irônico em Colônia, na Alemanha. Os carros alegóricos trazem figuras caricatas de políticos. Na foto, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, dá um presente de grego explosivo ao colega dos Estados Unidos, Barack Obama. As polêmicas do premiê italiano Silvio Berlusconi também renderam um carro divertido. Nas ruas, centenas de mulheres seguram imensas tesouras de plástico para cortar as gravatas de quem ousar vestir o figurino nestes dias.

Obama e Ahmadineyad, no Carnaval de Colônia, na Alemanha. Foto: Rolf Vennenbernd/EFE

Obama e Ahmadineyad, no Carnaval de Colônia, na Alemanha. Foto: Rolf Vennenbernd/EFE

Uma folia bem diferente é realizada na cidade de Ptuj, na Eslovênia. Os “kurenti” usam fantasias feitas de palha, máscaras demoníacas, fitas coloridas e trazem grandes sinos atados à cintura. A ideia é afastar os espíritos do mau do inverno, segundo um antigo folclore pagão eslavo. Na quarta-feira de cinzas, um boneco é enterrado para marcar o fim do inverno e início da primavera.

Na Eslovênia, a tradição é de um antigo rito pagão. Foto: Vesna Bernardic/EFE

Na Eslovênia, a tradição é de um antigo rito pagão. Foto: Vesna Bernardic/EFE

Singela é a festa na cidadezinha alemã de Neu Zauche. As mulheres vestem roupas tradicionais como saias rodadas com flores e muitas rendas para simbolizar a chegada da primavera. Fofo, não?

Carnaval tradicional na pequena Neu Zauche, na Alemanha. Foto: Patrick Pleul

Carnaval tradicional na pequena Neu Zauche, na Alemanha. Foto: Patrick Pleul