As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

As competições mais bizarras do mundo

Felipe Mortara

24 Outubro 2011 | 17h06

Felipe Mortara

Em todo o mundo se comemora o Dia da Mentira em 1º de abril, mas a pequena cidade de Holmrook, na Inglaterra, tem – desde 1974 – um mês inteiro dedicado à arte da picaretagem. A vila recebe, ao longo de novembro, o campeonato de maior mentiroso do mundo – Biggest Liar in The World Competition. Os critérios levados em conta são criatividade, lógica e conexão com a realidade. Tem jurado que sai de lá quase achando que o campeão realmente pescou um peixe espada de 473 quilos por acaso, durante uma despretensiosa pescaria num pesqueiro de – pasmem –  sereias.

Outra disputa absurda ocorre em Toronto, no Canadá, onde marmanjos reúnem-se para duelos de jó-ken-pô. Pedra, papel e tesoura entram em combate na disputa por 10 mil dólares canadenses (R$ 17.600), na competição do esporte que se auto denomina ‘the ultimate nonviolent conflict resolution’ (a última forma possível de resolução não violenta de conflitos). Inscrições abertas a cidadãos de todos os países.

Ao contrário do campeonato anterior, que só demanda utilização da cabeça e das mãos, a Maratona Vertical de Singapura  é um esdrúxulo teste de fôlego. Os competidores passarão a manhã do dia 20 de novembro subindo os 73 andares do Swissôtel The Stamford, o mais alto hotel asiático. Como prêmio: privilegiadas vistas panorâmicas da cidade.


No Estado americano de Delaware a brincadeira é outra: concurso de arremesso de abóboras. No site os organizadores afirmam que o evento incentiva a engenharia criativa, a divulgação de idéias criativas, o trabalho em equipe e a paixão por algo divertido. Isso tudo destinando parte dos valores arrecadados para a caridade e projetos escolares de ciências.

Mais conteúdo sobre:

bizarrocompetições